Cominho – Para que serve, Benefícios, Propriedades

Você sabe o que é o cominho e para o que ele serve? Confira essas e outras informações completas de uso, só aqui no Quero Viver Bem!

O cominho é uma planta originária do Egito, muito usada no mundo todo de diferentes maneiras, cativando vários consumidores e apreciadores da boa gastronomia.

Hoje, é largamente cultivada na África do Sul, no Oriente Médio, na Índia e no México, sendo exportada para o resto do mundo. No Brasil, temos algumas poucas plantações dessa especiaria, e geralmente para uso regional, não para o comércio em larga escala.

O sabor do cominho é parecido com o da pimenta e do anis – não que seja ardido, mas no quesito sabor. Seu gosto é forte e marcante, bem como seu aroma.

Mas, engana-se quem acha que ele é apenas um tempero, já que é muito usado em alguns países como chá, no preparo de licores e até na fabricação de óleos essenciais.

Para que serve o cominho

Cominho

Suas folhas são usadas para a infusão de chás, que é muito relaxante, principalmente quando ingerido antes de dormir. As folhas secas ou desidratadas são encontradas em lojas de ervas e chás.

Suas sementes inteiras são usadas no preparo de licores, saborizantes de bebidas ou compotas de doces. As sementes também podem ser encontradas em lojas de ervas ou em casas de produtos naturais.

Já a semente na versão moída é usada em temperos para os mais diversos tipos de alimentos. Pode ser encontrada facilmente em qualquer supermercado, casa de ervas ou casa de produtos naturais.

Na falta de folhas para o preparo do chá, pode-se usar as sementes ou apenas uma colherinha da semente moída, como infusão – claro que o sabor não é exatamente o da folha, mas é bem parecido.

Como o gosto é bem forte, assim como o aroma, é indicado que se use em pouca quantidade, seja qual for a receita.

Benefícios do cominho para a saúde

Cominho2

  • É uma excelente fonte de ferro, contribuindo no combate à anemia, bem como na sua prevenção;
  • Ajuda o fígado na produção de bile, o que faz com que a digestão seja facilitada, eliminando gorduras e melhorando a absorção dos nutrientes pelo organismo;
  • Auxilia na função intestinal e gástrica, por conter fibra alimentar, promovendo uma melhora na flora intestinal e na absorção de nutrientes pelo organismo;
  • Contribui na manutenção da saúde de pele, unhas e cabelo, por conter vitamina E e A, grandes aliadas no combate de processos inflamatórios, como acnes, eczema e furúnculos;
  • Trata problemas de insônia, pois contém vitamina B,  relaxando, melhorando a qualidade do sono e reduzindo o estresse do dia a dia;
  • Fornece ao organismo vitamina A, cálcio, potássio e magnésio, conhecidos pelas suas propriedades no tratamento de enfermidades dos ossos, como osteoporose;
  • Melhora a imunidade do organismo e evita infecções, já que são encontradas, nessa especiaria, algumas propriedades antissépticas e antibacterianas;
  • Contém antioxidantes ótimos para a memória, ajudando em tratamentos para algumas doenças relacionadas a essa área do cérebro.

Valor nutricional

Cada 10 gramas de cominho em pó possui:

  • 37,5 calorias;
  • 4,42 gramas de carboidrato;
  • 1,70 gramas de proteínas;
  • 2,23 gramas de gorduras;
  • 0 gramas de gorduras saturadas;
  • 1,05 gramas de fibra alimentar;
  • 16,8 gramas de sódio.

Dicas de consumo

Cominho3

O cominho pode ser ingerido todos os dias, no preparo de vários tipos de prato, principalmente em temperos para carnes, legumes, saladas e tortas. Por ser muito aromático, é utilizado, também, na composição de receitas doces, como compotas e cremes.

Contraindicações

Não há contraindicações para o uso do cominho, apenas duas pequenas observações são quanto à quantidade e  ao uso por gestantes.

A porção é mais um conselho do que uma indicação, pois esse tempero tem um sabor muito forte e marcante, e o uso exagerado pode, ao invés de acentuar o sabor do alimento, alterar, dessa forma, comprometendo o resultado final pretendido.

Também, quanto a grávidas, é recomendado que o uso seja com uma certa moderação, pois trata-se de um tempero forte, que pode causar náuseas.

Também, existem pessoas que não gostam desse tempero, pois, assim como o coentro, ele não é uma unanimidade culinária. Então, se for cozinhar para outra pessoa, para convidados, melhor perguntar antes apreciam esse tempero.


Este texto foi revisado pelo Profissional: Thais Karpowiski (conheça mais sobre ele(a) clicando no link)

Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

Deixe um Comentário