Chá de carqueja: benefícios, como tomar e mais

O chá de carqueja volta a fazer parte dos hábitos de muitas pessoas no país, devido às suas muitas propriedades. A partir da infusão de suas folhas e hastes, a carqueja promete ajudar em muitos problemas fisiológicos de nosso corpo. Vamos descobrir como?

A carqueja, que também é conhecida como erva-santa e vassoura, é uma planta do gênero Baccharis, muito comum no Brasil. Seu plantio é fácil, podendo ser cultivada em vasos de jardins ou hortas caseiras. Mas, quem preferir a erva já pronta para tomar, muitas marcas de produtos naturais comercializam o chá de carqueja.

Para que serve o chá de carqueja?

Chá de carqueja: benefícios, como tomar e mais.

Esse é um produto com propriedades medicinais, que visa tratar, principalmente, problemas estomacais. Porém, existem outras funções ligadas à planta, tais como:

  • Anti-inflamatória;
  • Hipoglicemiante;
  • Antiasmática;
  • Antibiótica;
  • Anti espasmódica;
  • Anti hipertensiva.

É importante que sua recomendação deva ser acompanhada de uma avaliação médica. Nunca busque por tratamentos alternativos sem o diagnóstico de um profissional. Veja, a seguir, os benefícios do chá de carqueja:

Benefícios do chá de carqueja

Muitas das propriedades do chá atuam no sistema digestivo e na circulação sanguínea, é por isto que quem o consome consegue as seguintes vantagens:

  1. Alívio para problemas digestivos: pessoas que sofrem com gastrite, ou outros problemas no estômago, recorrem à substância. O chá também é utilizado na prevenção de úlceras e distúrbios no suco gástrico;
  2. Auxílio no tratamento de diabetes: pessoas diabéticas costumam recorrer ao chá de carqueja para ajudar o corpo a reter menos açúcares;
  3. Ajuda nos problemas das articulações: o chá de carqueja previne e combate doenças como o reumatismo. Outros problemas nos músculos e nos ossos podem ser combatidos com o consumo do chá;
  4. Proteção ao fígado: a carqueja contém flavonoides, que trazem proteção ao funcionamento do fígado. É comum pessoas que tenham problemas hepáticos consumirem o chá de carqueja para amenizar os sintomas;
  5. Assistência no emagrecimento: tem sido bastante utilizado para esse fim, pois a carqueja é um inibidor natural do apetite, sendo recomendado tomar antes de refeições. Outro benefício é a sua função diurética, muito procurada por pessoas que sofram com retenção de líquido, provando inchaços abdominais;
  6. Defesa ligada a problemas respiratórios e inflamações: para quem sofre com asma e bronquite, ou está com inflamações na garganta, tomar o chá de carqueja será muito bom, pois suas funções anti-inflamatórias entram em ação, ajudando no fortalecimento do sistema imunológico.

Existem riscos e contraindicações?

Chá de carqueja: benefícios, como tomar e mais.

Consumido em excesso, o chá de carqueja pode provocar efeitos reversos, como baixa imunidade. Outro fato para o consumo demasiado é a hipotensão e a hipoglicemia que pode causar. Por isso, não se deve exagerar – uma recomendação que serve para qualquer outro tipo de substância natural.

O chá de carqueja é contraindicado para:

  • Mulheres grávidas (ele tem efeito abortivo);
  • Lactantes (a substância é repassada no leite materno);
  • Pessoas que têm pressão baixa descontrolada;
  • Pessoas diabéticas, que não controlam o nível de glicose no sangue.

Onde comprar o chá de carqueja?

A carqueja (in natura) é facilmente encontrada em feiras-livres. Outra forma de comercialização são os saches para infusão. Muitas empresas produzem o sache do chá de carqueja. É só conferir a procedência e a validade, que poderá consumi-lo.

É possível, também, encontrar em lojas de produtos naturais (físicas ou on-line) as capsulas de carqueja. São complementos que muitas pessoas usam para receber os benefícios da planta de forma mais rápida.

Sugestões de consumo

Àqueles que preferirem a erva in natura, podem fazer a infusão de suas folhas ou hastes. Ferva 1 litro de água e depois insira 2 colheres de sopa da planta. Deixe por alguns minutos abafado, espere esfriar um pouco, coe e estará pronto para tomar (utilize mel para adoçar, pois o chá é um tanto amargo).

Quem optar pelo sache, é só seguir a recomendação do fabricante, sendo bem similar ao processo de infusão. A vantagem é que a quantidade já está adequada para consumo.

No caso das cápsulas, é recomendado o uso de 3 cápsulas por dia, ou seguindo as recomendações do profissional que tenha receitado o suplemento.


Este texto foi revisado pelo Profissional: Thais Karpowiski (conheça mais sobre ele(a) clicando no link)

Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

3 Comentários

  1. Isaías
  2. verediane
  3. Savant

Deixe um Comentário