Chá de arruda aborta? Receita com pinga – Funciona? Para que serve

Confira aqui os mitos e verdades sobre o chá de arruda, aprenda como prepará-lo corretamente e quais são os verdadeiros benefícios dessa erva.

O chá de arruda é conhecido por fazer a menstruação descer mais rápido e facilitar o aborto espontâneo nas primeiras semanas de gestação. No entanto, apesar da ação intrauterina da planta, ela contém uma série de funcionalidades nem sempre exploradas, como a ação anti-inflamatória ou analgésica.

Aqui, você confere todos os benefícios do chá de arruda, os mitos e as verdades sobre a erva e como preparar um delicioso chá da forma correta, para explorar todos os potenciais do composto.

Chá de arruda aborta?

Segundo pesquisas¹, a arruda é um dos chás mais propensos ao acometimento de aborto espontâneo, ao lado do chá de canela. Isso acontece porque, ao tomá-lo, a erva faz com que o útero descame e se contraia, mesmo fora do ciclo menstrual.

O encharque de sangue, acompanhado das contrações pode sufocar o feto ou resultar em malformações. Tais efeitos, no entanto, só são possíveis em caso de uso excessivo do chá.

Faz a menstruação descer?

Pelo mesmo motivo, o chá de arruda é uma forma efetiva de adiantar a menstruação em um ou dois dias, pois pequenas doses estimulam o útero a soltar a parede que já seria eliminada normalmente durante o ciclo menstrual. Para usá-lo, basta fazer o chá por meio do método de infusão e tomá-lo ao longo do dia em doses de 100 a 200 ml.

cha de arruda benefícios

Benefícios da arruda

A medicina tradicional já conhece as principais propriedades da arruda e destaca que os principais são o poder anti-helmíntico, anti-inflamatório, analgésico e antiespasmódico.

Desse modo, a erva faz-se útil em uma série de circunstâncias. Confira, abaixo, quais os benefícios para o corpo:

  • Alivia a ansiedade, pois possui undecanona e metilconilcetona, duas substâncias calmantes, presentes em remédios homeopáticos;
  • Normaliza o ciclo menstrual, porque estimula a descamação natural do útero;
  • Minimiza a dor: em sua composição, há quercetina, um flavonoide com efeito analgésico, que pode ser útil no alívio das dores de cabeça, reumáticas e articulares;
  • Previne o envelhecimento da pele e dos cabelos: a planta é rica em uma série de antioxidantes que minimizam a ação dos radicais livres;
  • Melhora a qualidade do sono: quando utilizado antes de dormir, o chá dá a sensação de relaxamento e sonolência, minimizando a insônia;
  • Alivia dores estomacais: mascar arruda ou tomar chá da erva depois das refeições facilita a digestão e alivia possíveis gases que ficaram presos no trato digestivo;
  • Trata a conjuntivite: lavar os olhos com chá de arruda é um dos tratamentos naturais contra a conjuntivite e o terçol, devido à sua ação antibacteriana e anti-inflamatória;
  • Diminui as cólicas menstruais: ao facilitar a liberação do sangue, o útero fica limpo e minimiza as contrações dolorosas que dão origem à cólica;
  • Ameniza a tensão muscular: devido à ação antiespasmódica da planta, a arruda contribui para o relaxamento dos músculos, de modo que é recomendado o seu uso no pós-treino ou após longas caminhadas.

Chá de arruda com pinga

Uma das receitas populares com a arruda é misturá-la com a pinga. O senso comum diz que a adição de álcool potencializa os efeitos analgésicos da planta, o que de fato acontece, mas não porque ela se torna mais poderosa, e sim por conta do próprio efeito sedativo da bebida.

O chá de arruda com pinga é uma alternativa eficiente no tratamento dos sintomas do resfriado ou no alivio das dores articulares. Porém, não é recomendada em casos de cólicas menstruais ou para minimizar dores de cabeça, pois o álcool, nesses casos, pode trazer mais males do que benefícios.

Como fazer chá de arruda Passo a Passo

A melhor forma de tomar esse chá é pelo método de infusão das folhas e flores in natura, estratégia que melhor conserva as propriedades naturais da erva. Veja, abaixo, como prepará-lo:

como fazer cha de arrudaIngredientes

  • 1 colher de sopa de folhas de arruda descascadas;
  • 1 litro de água fervente.

Modo de preparo

  1. Ferva um litro de água;
  2. Coloque as folhas de arruda dentro da panela fervente e cubra o recipiente;
  3. Reduza o fogo;
  4. Espere três minutos;
  5. Desligue o fogo;
  6. Deixe a panela descansar com as folhas dentro e devidamente tampada;
  7. Coe;
  8. Tome ainda morno, com açúcar a gosto.

Efeitos Colaterais

O uso excessivo de arruda está associado a efeitos colaterais como:

  • Dores abdominais;
  • Salivação;
  • Inchaço na língua;
  • Secura na garganta;
  • Dor de estômago;
  • Contração da pupila;
  • Queda de temperatura;
  • Tremores;
  • Inflamação intestinal;
  • Convulsão;
  • Vômitos;
  • Sonolência .

Por isso, não exceda a recomendação de um litro máximo diário e sempre prefira separar as doses em pequenas xícaras, de no máximo 200 ml.


Referências utilizadas neste conteúdo:

¹ REVISTA VISÃO ACADÊMICA. Ilustração de caracteres microscóicos de drogas vegetais para o controle de qualidade farmacognóstico II echinodorus macrophyllus e ruta graveolens. Disponível em: https://revistas.ufpr.br/academica/article/view/11668/8224

QUIMICA NOVA. Plantas medicinais: cura segura? . Vol. 28, No. 3, 519-528, 2005. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/%0D/qn/v28n3/24145.pdf 


Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

5 Comentários

  1. Carol wappler
    • Quero Viver Bem
  2. Geovana
    • Quero Viver Bem
  3. Delmary santos

Deixe um Comentário