Cevada – Benefícios, Tabela Nutricional, Como consumir e Contraindicações

Você sabia que a cevada, além de produzir a saborosa cerveja, é um nutriente indispensável à saúde? Confira, aqui no Quero Viver Bem, quais os benefícios!

A cevada é um cereal conhecido mundialmente por ser um dos principais ingredientes da tradicional cerveja. Mas, saiba que ela não se resume a somente isso, e pode ser consumida de diferentes formas.

Trata-se de um alimento extremamente nutritivo, de origem africana e asiática. Há mais de 10 mil anos, a cevada era utilizada como alternativa acessível em comparação ao trigo, integrando as refeições principais de várias famílias.

Hoje, esse cereal é amplamente consumido por quem busca seguir um estilo de vida saudável, inserindo em suas refeições alimentos benéficos ao organismo.

Conheça, a seguir, mais a respeito da cevada, o que ela pode lhe proporcionar e como consumi-la, só aqui no Quero Viver Bem!

Cevada

 

Benefícios da cevada

A cevada é rica em fibras, cobre, cromo, ferro, manganês, magnésio, selênio, vitaminas B1, B2 e B3 – nutrientes que garantem benefícios significativos ao organismo, tais como os listados a seguir.

Bom funcionamento do intestino

Como é uma excelente fonte de fibras, a cevada contribui para o bom funcionamento intestinal, melhorando a formação do bolo fecal e sua eliminação, de maneira a combater a constipação e a reduzir o risco de contração de câncer de colón/intestino.

Redução do colesterol ruim

A cevada consegue reduzir a quantidade de colesterol ruim, o LDL, no sangue. Isso ocorre porque o alimento tem fibra solúvel, que forma uma espécie de gel no estômago, sendo capaz de absorver o excesso desse colesterol e eliminá-lo nas fezes.

Suporte no emagrecimento

É justamente a maior quantidade de fibras da cevada que ajuda a emagrecer. Isso ocorre porque a fibra retarda o esvaziamento do estômago, reduz a fome e faz com que o consumo de alimentos seja menor.

Paralelamente, o cromo presente na cevada acelera a queima de calorias, e as vitaminas do complexo B aumentam o metabolismo, características que contribuem para a perda de peso.

Ajuda na construção muscular

A cevada possui minerais essenciais para o processo de construção muscular, como o ferro e o magnésio. O primeiro transporta oxigênio pelos músculos e atua na produção de proteínas. Já o segundo participa da contração muscular, ajudando a atingir excelentes resultados de ganho de massa magra.

Boa saúde do coração

Ao absorver o excesso de colesterol ruim do organismo, as fibras da cevada evitam a formação de placas de gordura nas artérias e nos processos de entupimento, o que poderia causar infarto e insuficiência cardíaca. Por isso, o consumo do cereal colabora para a boa saúde do coração.

Prevenção da osteoporose

A cevada é rica em minerais como cobre, fósforo e magnésio, que atuam diretamente no fortalecimento da estrutura óssea, bem como na formação de colágeno para os tendões, minimizando, assim, o risco de desenvolvimento de osteoporose e outros problemas ortopédicos.

Pele e cabelos mais bonitos

O cereal possui uma quantidade considerável de selênio, que atua na melhora da elasticidade da pele e protege a tez contra radicais livres, retardando o surgimento de sinais de envelhecimento, como as rugas.

Já no que se refere ao cabelo, a cevada é rica em vitaminas do complexo B, especialmente em biotina, que é um nutriente essencial para a saúde capilar, pois combate a queda dos fios e estimula o crescimento de novos.

Tabela nutricional da cevada

O valor nutricional da cevada varia de acordo com a forma de consumo do alimento. Levando em consideração uma porção de 100 gramas de cevada em pó, os valores são:

Como consumir?

Cerveja

A cevada pode ser consumida como substituta do tradicional arroz, especialmente em risotos. Além disso, o cereal pode ser adicionado em sopas e saladas, como um complemento.

Outro uso bastante comum da cevada é em substituição do trigo, sobretudo no preparo de massas, por exemplo, pães, tortas, panquecas, bolos, entre outras receitas tradicionais.

O ideal é consumir cevada, pelo menos, uma vez ao dia, para ter os benefícios proporcionados pelo alimento. Uma boa dica é iniciar pelos pães com cevada (opções mais práticas) e ir acrescentando aos poucos outras formas de preparo.

Contraindicações

  • Pessoas que têm alergia à cevada;
  • Aqueles que foram diagnosticados com intolerância ao glúten.

Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

Deixe um Comentário