Catabolismo – O que é? Como ocorre? Diferença de anabolismo

Você sabe o que é o catabolismo e como ele ocorre? Confira, aqui no Quero Viver Bem, informações completas para você entender este problema dos exercícios.

O corpo humano passa por vários processos e diversas etapas para funcionar adequadamente. O mais interessante é que tudo isso acontece de uma maneira rápida, constante e praticamente ao mesmo tempo. O catabolismo, por exemplo, é a etapa na qual tudo o que é ingerido torna-se energia.

Pode parecer simples, mas ela envolve muitos outros detalhes para completar o processo do catabolismo. Para entender melhor, confira as informações completas que separamos para você.

Catabolismo

O que é o catabolismo?

Para explicar de uma forma mais simples, pense na digestão. Assim que uma pessoa se alimenta, o alimento ingerido é quebrado e transformado em substâncias mais simples. Dessa forma, o corpo consegue aproveitar os nutrientes ingeridos, sendo capaz de produzir energia.

O catabolismo causa alguns efeitos indesejados, como a diminuição da massa muscular. Essa é a etapa em que os compostos orgânicos (alimentos) complexos são transformados em moléculas mais simples de serem aproveitadas pelo organismo.

Para realizar tal processo, o catabolismo usa reações de degradação ou quebra. Isso acaba produzindo muita energia. Por exemplo, ao consumir algum alimento que contenha o polissacarídeo, amido como arroz branco ou batata, esse é quebrado até ser transformado em glicose. Por sua vez, a glicose é uma fonte energética, que, muitas vezes, não é utilizada pelo organismo e acaba se acumulando.

No catabolismo, cada item ingerido passa por um processo de quebra até se transformado. As proteínas tornam-se aminoácidos que, posteriormente, serão utilizados nos processos anabólicos.

Catabolismo

Diferenças entre catabolismo e anabolismo

O anabolismo também é um processo do metabolismo. Nesse, as moléculas simples são transformadas em complexas, como a transformação dos aminoácidos em proteínas. E, ao invés de produzir energia, no anabolismo, a energia é gasta.

Para ganhar massa muscular, por exemplo, deve-se entender como é o anabolismo e incentivá-lo. Já que, ao ingerir boas quantidades energéticas de alimentos, por meio da síntese de proteínas a partir dos aminoácidos, acaba resultando no aumento dos músculos – afinal, o corpo terá energia suficiente para isso.

Quando o ser humano possui uma quantidade baixa de energia, acaba acontecendo o catabolismo, para gerar mais energia.

[CONFIRA TAMBÉM: TREINOS MAIS MENTIROSOS QUE AS ACADEMIAS COSTUMAM PASSAR]

Por que o catabolismo acontece?

Quando o ser humano passa muito tempo sem se alimentar, o corpo precisa encontrar outras fontes de energia para manter o seu funcionamento. Essa energia é encontrada nos músculos. Basicamente, é um instinto de sobrevivência do organismo.

Quando o processo acontece de uma maneira controlada, pode, até mesmo, ajudar a queimar gorduras. No entanto, quando acontece de uma maneira desordenada, acaba prejudicando e dificulta o ganho de massa muscular.

O catabolismo em excesso também compromete o sistema imunológico e a liberação dos hormônios.

Treinar musculos do braço

Como evitar?

Existem formas de evitar o catabolismo e proteger o ganho de massa muscular. A primeira dica é alimentar-se adequadamente e sem lacunas de várias horas sem comer. Ao comer de 3 em 3 horas, o corpo terá a energia necessária para funcionar, sem ganhar peso e sem perder massa muscular.

Ao contrário do que alguns pensam, é preciso, também, pensar no tempo de treino. Por sua própria natureza, o treino é um processo catabólico, principalmente quando é pesado e puxado. O ideal é compensar com a carga e diminuir o tempo de treino e a quantidade de séries.

O descanso é essencial, já que promove o anabolismo, processo no qual os aminoácidos são transformados em proteínas, macromoléculas importantes para o ganho de massa muscular.

[LEIA TAMBÉM: QUANDO NÃO FAZER EXERCÍCIOS FÍSICOS?]

O que fazer quando o corpo entrar em catabolismo?

O ideal é evitar que o corpo entre em estado catabólico, seguindo as dicas acima. No entanto, ao acabar deslizando de alguma forma, é importante retomar o quanto antes ao plano original. Dessa forma, irá combater o processo e evitar que ele aconteça novamente.

Para isso, consuma proteínas todos os dias. É importante que seja em quantidades suficientes. A ingestão de ovos, frango e outros alimentos de origem animal é a fonte mais recomendada. Basicamente, ao comer proteína, o corpo foca no anabolismo.

Continue treinando, mas sem excessos. Se está com o mesmo treino há muito tempo, é bom mudá-lo. Mas, se está mudando rapidamente, melhor evitar e continuar por um período maior.

Atividades aeróbicas também geram o catabolismo, portanto evite o excesso. Faça somente exercícios aeróbicos moderados para manter a saúde e queimar algumas calorias extras.


Este texto foi revisado pelo Profissional: Eduardo Lembi (conheça mais sobre ele(a) clicando no link)

Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

Deixe um Comentário