Carvão ativado –  O que é? Para que serve, Benefícios e Como usar

O carvão ativado é um tipo de remédio vendido em cápsulas ou comprimidos, que atua no organismo de forma benéfica, pois remove, de forma seletiva, as toxinas e impurezas presentes no corpo. Com isso, o produto ajuda na redução de gases intestinais e dor abdominal, possibilitando o branqueamento dos dentes. Além disso, o carvão ativado é um ótimo aliado para quem está em tratamento de intoxicação e prevenção de ressaca.

Muito usado na medicina chinesa ayuvérdica, o carvão ativado funciona por meio de um processo denominado adsorção, isto é, união. Esse produto possui diversas propriedades fitoterápicas e liga-se às substâncias tóxicas, impedindo a absorção delas.

Mas, apesar de ser um vegetal, o carvão ativado também pode produzir alguns efeitos colaterais no corpo, já que ele impede que o intestino absorva vitaminas, minerais e também medicamentos. Dessa forma, deve ser ingerido com moderação e em horários distintos de outros remédios.

Benefícios proporcionados pelo carvão ativado

carvão ativado

Elimina os gases e o desconforto no intestino

O consumo equilibrado de carvão ativado possibilita que o organismo elimine os gases intestinais, o que diminuirá os inchaços, as dores e o desconforto no trato intestinal.

Trata a intoxicação

Devido ao seu processo de adsorção, que impede que as toxinas fiquem no organismo por muito tempo, o carvão ativado é recomendado em situações de emergência, quando indivíduos se intoxicam com produtos químicos ou então em uma intoxicação alimentar.

Remove as impurezas da água

O carvão ativado pode ajudar a retirar as impurezas da água, em caso de pesticidas, vestígios de lixo industrial e produtos químicos. Até por isso, o carvão vegetal ativado é muito usado em sistemas de filtragem de água.

Clareia os dentes

Esse produto é um excelente aliado dos dentistas, já que sua composição ajuda a branquear os dentes manchados pelo café, chá e cigarro. Além disso, contribui com a saúde oral, pois equilibra o pH da boca, o que pode prevenir cáries, mau hálito e problemas gengivais.

Ajuda a prevenir a ressaca

O carvão ativado impede que sejam absorvidos outros químicos que estão nas bebidas alcoólicas, tais como adoçantes artificiais, sulfitos e demais toxinas – o que reduz os sintomas relacionados à ressaca. Além disso, ele é utilizado em casos de colite, enterocolite, enterite, aerofagias e meteorismo. Porém, não consegue absorver álcool, derivados de petróleo, ferro, potássio, lítio e outros metais.

[CONFIRA TAMBÉM: EFEITOS DO ÁLCOOL NO CÉREBRO]

Principais efeitos colaterais do carvão ativado

carvão ativado cápsula

Entre os efeitos colaterais mais relevantes da ingestão de carvão ativado, é possível incluir o escurecimento das fezes, vômitos, diarreia e prisão de ventre, em especial quando o carvão é consumido em excesso. Vale dizer, também, que o uso prolongado da substância pode diminuir a absorção, pelo intestino, de medicamentos que estejam sendo usados ao mesmo tempo. Por isso, é sugerido que a pessoa que esteja tomando algum remédio o faça até duas horas antes de tomar o carvão ativado.

Como tomar o carvão ativado

O modo de uso do carvão ativado é bastante simples. Basta ingerir de uma a duas cápsulas, três a quatro vezes ao dia. Porém, vale dizer que a dose máxima diária deve ser de seis comprimidos para adultos e três para as crianças.

No caso da prevenção dos sintomas da ressaca após uma bebedeira, a dose indicada é de 1g de carvão ativado antes de começar a ingerir bebidas alcoólicas e 1g após parar de consumi-las.

Vale lembrar, também, que os comprimidos não devem ser misturados ao soro fisiológico. No entanto, eles podem ser ingeridos com água ou com suco de frutas.

 Quando não tomar o carvão ativado

O carvão ativado é contraindicado para crianças com menos de dois anos, pacientes com hipersensibilidade aos componentes presentes na fórmula, casos de obstrução intestinal, problemas gastrointestinais ou indivíduos que consumiram substâncias corrosivas cáusticas ou hidrocarbonetos. Essa substância também não é recomendada para pessoas que fizeram cirurgia no intestino nos últimos tempos ou caso haja uma recente redução acentuada do trânsito intestinal.

Grávidas ou mulheres que estão amamentando só deverão fazer uso do carvão caso recebam autorização médica, sendo que um profissional irá informar quantas cápsulas deverão ser ingeridas por dia.


Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

1 Estrela2  Estrelas3  Estrelas4  Estrelas5  Estrelas (Ainda sem avaliações)
Loading...

Quem Leu Este Artigo também costuma ler:

Deixe um Comentário