Carboidrato simples e complexo – Entenda!

O carboidrato é um nutriente importante para a geração de energia. Quando ingerido ele se transforma em glicose e glicogênio. A glicose é armazenada nos músculos (gerando energia e assim, força muscular).

Mas as fibras musculares têm um limite de armazenamento e o que se excede vira glicogênio (e gera energia para as células), e se ingerido em grande quantidade serão encaminhadas para as células adiposas (células de gordura).

E aí está o “problema”. Ao iniciarmos uma dieta, qual a primeira coisa que pensamos ou ouvimos? Cortar o carboidrato das refeições. Mas pense que, fazendo isso, estará bloqueando a entrada de uma importante fonte energética do seu corpo, e possibilitando o aparecimento de males como indisposição, irritabilidade, dores de cabeça e mau humor. Por isso que o grande segredo é se alimentar adequadamente e com quantidades adequadas de carboidrato.

Antes de iniciar qualquer dieta – seja de perda ou de ganho de peso – é essencial conhecer os 2 tipos de carboidratos – simples e complexo. Isso porque os carboidratos são divididos assim para facilitar no momento da escolha da sua alimentação.

Carboidratos simples (de alto índice glicêmico)

Por serem formados por moléculas pequenas (mono ou dissacarídeos), são fontes de energia imediata e facilmente digeridos pelo organismo, aumentando os níveis de glicose na corrente sanguínea. Recomendado antes de treinos rápidos e intensos. Os carboidratos simples são os mais consumidos diariamente, porém é importante saber que eles são maléficos em algumas situações, leia mais abaixo!

Mas se a intenção é perder peso, procure evitá-los. Esse tipo de carboidrato, quando não utilizado, se transforma em gordura. Alguns exemplos deles são:

  • Arroz branco;
  • Macarrão;
  • Pão branco;
  • Açúcares (açúcar refinado, mascavo, mel);
  • Refrigerantes;
  • Doces;
  • Biscoitos;
  • Sorvete;
  • Bebidas isotônicas;
  • Chocolates;
  • Balas.

Carboidratos complexos (de baixo índice glicêmico)

Normalmente possuem uma estrutura maior (polissacarídeos) e são digeridos mais lentamente pelo organismo, distribuindo energia aos poucos e aumentando menos e gradativamente os níveis de glicemia no sangue graças as fibras presentes.

Eles são os mais recomendados, isso porque os carboidratos complexos são os mais indicados para quem quer ter um corpo plenamente saudável.

É um tipo de carboidrato muito mais saudável e ideal para dietas para perder peso, além de ser mais nutritivo e conter fibras, vitaminas e minerais, te proporcionam a sensação de saciedade por mais tempo. Veja quais são eles:

Agora que você já sabe a importância do carboidrato e a diferença dos simples e dos complexos, fique atento ao iniciar uma dieta. Escolha o alimento certo para seu tipo de programa alimentar e atividade física.

Lembre-se, eles não devem ser eliminados da nossa vida! Procure um nutricionista para orientações mais específicas. Além disso, tratando-se em carboidratos, os malefícios vão variar da maneira que você come, seja em excesso ou quais são os exemplos de carboidratos mais consumidos.

Referências:

http://www.scielo.br/pdf/%0D/rbme/v9n5/v9n5a06.pdf

http://www.scielo.br/pdf/%0D/rbme/v12n4/05.pdf

http://www.scielo.br/pdf/rbme/v7n2/v7n2a05

http://seer.pucgoias.edu.br/index.php/estudos/article/view/737


Este texto foi revisado pelo Profissional: Thais Karpowiski (conheça mais sobre ele(a) clicando no link)

Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

1 Estrela2  Estrelas3  Estrelas4  Estrelas5  Estrelas (1 votos, média: 5,00 fora de 5)
Loading...

Quem Leu Este Artigo também costuma ler:

2 Comentários

  1. Joao
  2. Allex Diniz

Deixe um Comentário