Cansaço ou fadiga – Diferenças, Sintomas, Como Prevenir?

Você está passando por um período movimentado na sua vida e não sabe se sofre de cansaço ou fadiga? Confira, aqui no Quero Viver Bem, a resposta completa!

O dia a dia estressante pode deixar qualquer pessoa sem energia e somente com vontade de deitar e dormir. Entretanto, há quem já acorda com essa sensação de que não descansou o suficiente. Pode-se dizer que essas são situações diferentes, chamadas de cansaço e fadiga, respectivamente.

Apesar de ser um problema bastante recorrente na maioria da população, é preciso tomar cuidado, pois ela pode ter muitas causas, inclusive serem fruto de algumas doenças que precisam ser diagnosticadas e tratadas.

Acompanhe e saiba mais a respeito desse assunto, só aqui no Quero Viver Bem!

Qual é a diferença entre cansaço e fadiga?

Cansaço ou fadiga

O cansaço tem muita relação com o seu estilo de vida, por exemplo. Se você acorda cedo, trabalha, faz atividade física e chega em casa somente no final do dia, é natural que seu corpo precise de um descanso para recompor as energias.

[VEJA TAMBÉM: O QUE PODE SER CANSAÇO EXCESSIVO?]

Além disso, o cansaço pode ter origem de hábitos de vida nada saudáveis, como por conta do consumo de bebida alcoólica, excesso de carboidratos refinados, ingestão de doces, uso de certos medicamentos como anti-histamínicos, sedentarismo e noites mal dormidas.

Em contrapartida, a fadiga é um esgotamento físico e mental acima da média, ou seja, é totalmente desproporcional ao esforço realizado. A prova disso é que muitas pessoas acordam pela manhã com a sensação de que foram atropeladas por um caminhão.

No caso da fadiga, as principais causas são: anemia, doença cardíaca, problemas na tireoide, diabetes, fibromialgia, doenças pulmonares, questões renais e hepáticas, doenças autoimunes, ansiedade, depressão e outros.

Ou seja, a fadiga não é uma questão inofensiva, ela precisa ser investigada para saber se esse não é um sinal que o corpo está dando a respeito de algum problema mais grave.

Quais os sintomas do cansaço e da fadiga?

Cansaço ou fadiga

Ambos problemas se parecem bastante, entretanto, é por via dos sintomas que a definição entre um e outro podem aparecer. Fique atento:

Sintomas do Cansaço

  • Estresse causado pelas atividades diárias;
  • Redução de energia que ocorre depois de uma atividade exaustiva, como trabalhar ou se exercitar;
  • Sensação de peso no corpo que se intensifica após a ingestão de álcool e comidas pesadas, como doces e carboidratos refinados;
  • Dores musculares no corpo;
  • Peso nos ombros.

Sintomas da fadiga

  • Cansaço anormal, mesmo sem grandes esforços físicos ou mentais;
  • Dificuldade de concentração a ponto de não conseguir estudar, trabalhar ou tomar decisões;
  • Sono excessivo;
  • Sensação de fraqueza;
  • Peso no corpo;
  • Dores musculares.

[VEJA TAMBÉM: O QUE PODE SER CANSAÇO MENTAL?]

É importante avaliar a frequência desses sintomas e se existem outros associados aos já mencionados acima – essa ação é importante para o diagnóstico.

Qual especialista procurar?

Cansaço ou fadiga

Para facilitar a avaliação médica, anote todos os sintomas que você vem sentindo e observe a quanto tempo eles vêm ocorrendo. Dessa forma, o especialista pode ter um direcionamento melhor na solicitação de exames.

Os profissionais da saúde que podem ser procurados são:

  • Clínico Geral;
  • Endocrinologista;
  • Cardiologista;
  • Psiquiatra;
  • Neurologista;
  • Gastroenterologista;
  • Nutricionista.

Caso apresente outros sintomas associados, como falta de ar, dor no peito, dor de cabeça muito forte e batimentos cardíacos irregulares, busque um serviço médico de emergência.

Como prevenir o problema?

O cansaço pode ser prevenido com mudança nos hábitos, especialmente no que diz respeito à alimentação e à prática de atividade física. Deve-se dar preferência para alimentos mais saudáveis e naturais, já que farinhas, doces e bebidas alcoólicas sugam a energia e deixam o indivíduo com dores no corpo.

Pequenas alterações no estilo de vida podem ajudar a mudar esse cenário, especialmente porque as noites de sono passam a ser melhores.

No caso da fadiga, a prevenção está no tratamento e controle das doenças que estão ligadas a esse sintoma. Por isso, é de suma importância que elas sejam diagnosticadas o mais rápido possível e por um profissional médico especialista.

Algumas condições de saúde podem exigir um tratamento a longo prazo, ou até mesmo para a vida inteira, como é o caso das doenças crônicas.

A sensação de cansaço e fadiga pode acabar com a qualidade de vida do indivíduo, bem como prejudicar a vida profissional e estudantil, reduzindo a produtividade.

Mantenha seus exames de check up sempre em dia e procure um médico anualmente, desse modo, o surgimento de algum problema de saúde não demora muito para ser diagnosticado e/ou tratado.


Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

Deixe um Comentário