Botox – Como funciona? Para que serve? Benefícios e Efeitos

Está procurando por um procedimento estético para eliminar as linhas de expressão? O botox pode te ajudar! Confira, aqui, quais os benefícios dele.

Botox é o nome popular dado a um procedimento que faz uso da toxina botulínica, produzida a partir de uma bactéria, mais especificamente a Clostridium botulinum.

Descrito pela primeira vez em 1989, o botox ganhou reconhecimento por meio de um cirurgião plástico americano. A chamada indústria da toxina botulínica trabalha em um ritmo alucinante e, por isso, merece que você conheça mais sobre ela.

Descubra o que é o botox, como ele funciona e por que ele não deve ser somente associado aos procedimentos estéticos, tudo isso só aqui, no Quero Viver Bem!

Botox

O que é botox e como funciona?

O botox não deve ser visto como a mesma coisa que toxina botulínica, pois botox é o seu nome comercial.

Em grande parte dos casos, o botox é indicado para o uso estético, na intenção de suavizar linhas de expressão e rugas na face, principalmente aquelas localizadas na testa, na glabela – o local entre as sobrancelhas – e nos olhos (os famosos pés de galinha).

Não somente esses, mas o botox é indicado para o tratamento de:

  • Enxaquecas;
  • Estrabismo;
  • Excesso de suor (hiperidrose);
  • Fibromialgia;
  • Torcicolos.

Seu funcionamento, para esses propósitos, é bastante claro: essa toxina age na placa que existe entre os músculos e os nervos, a qual é responsável pela transmissão dos estímulos nervosos que produzem a contração muscular.

Quando há a aplicação do botox, a toxina dificulta a transmissão desse estímulo e causa um relaxamento da musculatura. Isso faz com que a expressão fique menos contraída, melhorando o aspecto da pele em geral.

Existem vários tipos diferentes de toxina botulínica, porém a do tipo A é a que obteve aprovação para fins estéticos.

O uso do botox é considerado o procedimento não-cirúrgico mais procurado em clínicas de cirurgias plásticas desde o começo dos anos 2000.

Benefícios do botox

Botox

Embora seja mais conhecido por aliviar as marcas do tempo que surgem no rosto, o botox possui vários outros benefícios, dependendo da área a ser tratada com ele.

Além de ser uma solução eficaz para resolver aqueles incômodos da pele, o botox tem sua importância terapêutica que beneficia inúmeras pessoas.

Por isso, duas das maiores vantagens do botox são suavizar as expressões faciais (linhas de expressão e rugas) e aliviar o incômodo provocado por dores agudas.

Outros males comuns podem ser amenizados com o uso do botox.

Hoje em dia, pessoas que ficaram com o corpo rígido por causa de um Acidente Vascular Cerebral (AVC), por exemplo, ou crianças que nasceram com falta de oxigênio no cérebro se encaixam em quadros que podem utilizar o botox.

Em outras áreas da saúde, o produto tem como benefícios:

  • Tratar a hiperidrose em axilas, pés, mãos e virilha;
  • Tratar sequelas de lesões do sistema nervoso central, principalmente aquelas ocasionadas por lesões encefálicas;
  • Relaxar os músculos atingidos em determinados tipos de doenças, como na esclerose múltipla e no AVC;
  • Atenuar os tiques nervosos que algumas pessoas possuem na face;
  • Tratar a enxaqueca, reduzindo aquele estado de tensão e sobrecarga.

Ainda, estudos têm sido feitos para confirmar se o botox pode representar uma alternativa contra o mal de Parkinson.

[VEJA TAMBÉM: MICROAGULHAMENTO OU BOTOX – QUAL O MELHOR?]

Riscos e Efeitos colaterais do botox

O resultado da aplicação do botox, quando em tratamento estético, começa a ter resultados visíveis entre dois a cinco dias.

A visibilidade do tratamento será mais notável em até duas semanas da aplicação, enquanto que os resultados serão estabilizados por pelo menos quatro a seis meses.

A aplicação do botox não é arriscada, desde que ela seja feita por um profissional treinado e com experiência no assunto comprovada.

Obviamente, efeitos colaterais podem existir, assim como em qualquer outro procedimento, portanto é comum sofrer com hematomas e dor durante a realização do processo.

Se for necessário, cremes anestésicos à base de lidocaína podem ser usados para reduzir a dor.

O maior risco no uso de botox pode ocorrer quando houver uma dose excessiva da toxina botulínica, o que pode provocar uma perda de expressão, mas que se reverterá com o tempo.

Botox

Contraindicações

Vale lembrar que assim como outro medicamento ou procedimento, o botox se torna contraindicado para pessoas que possuem algum tipo de hipersensibilidade (alergia) em algum de seus componentes.

É interessante, também, que certos grupos de pessoas evitem o uso de botox, como é o caso de:

  • Gestantes;
  • Lactantes;
  • Portadores de doenças neuromusculares, imunológicas e coagulopatias.

Se alguma doença que você possui pode ser tratada com o botox, é fundamental conversar com seu médico e analisar todos os prós e contras.


Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

Deixe um Comentário