Boldo – Para que serve? Benefícios, Tabela Nutricional, Como usar e Contraindicações

Você sabe para o que serve o boldo? Confira, aqui no Quero Viver Bem, todas as informações completas sobre benefícios, modo de uso e preparo do chá!

O boldo é um arbusto nativo da América do Sul muito popular em países como Chile, Equador, Argentina, Peru e Bolívia. Tem sido utilizado há muitos anos para o tratamento de inúmeros problemas, desde gastrointestinais e pedras nos rins até reumatismo (dores nas articulações) e gonorreia.

Embora seja facilmente encontrado aqui no Brasil, o boldo-do-chile (o tipo mais raro) não nasce em qualquer quintal. O que acontece é que existem três tipos de boldos. São eles:

  • Boldo-do-chile: é considerado uma árvore e, como seu próprio nome remete, é originário do Chile. Pode chegar a 15 metros de altura em sua fase adulta;
  • Boldo-da-terra: é um arbusto nativo da África e, normalmente, não ultrapassa os 2 metros de altura. É fácil de reconhecer por conta das suas folhas aveludadas e flores azuladas;
  • Bordo-baiano: apesar do nome, também é nativo da África. Mede entre 2 a 5 metros de altura.

Para que serve o boldo?

O boldo pode ser utilizado para tratar dor de cabeça, flatulência, cistite, prisão de ventre, pedra nos rins e gota. É considerado uma das melhores ervas medicinais para tratar distúrbios digestivos, como azia, inchaço e má-absorção de nutrientes no estômago e intestino.

Também, desintoxica o fígado e protege-o contra danos provenientes de toxinas.

Benefícios do boldo

O consumo regular do boldo oferece diversos benefícios para a saúde. Separamos, logo abaixo, os principais que são obtidos ao inserir essa erva na sua alimentação:

Ajuda a perder peso

O boldo em si NÃO emagrece. O que acontece é que ele promove a saúde intestinal e reduz a toxidade no corpo. Isso promove uma melhoria no metabolismo e, por ser um excelente digestivo, também, combate gases e desincha a barriga, o que irá contribui para os seus esforços de perda de peso.

No entanto, vale lembrar que o boldo perde essas propriedades quando é ingerido com açúcar ou muito tempo depois de preparado.

Combate problemas gastrointestinais

As folhas de boldo são anti-inflamatórias e antimicrobianas. Elas podem aumentar a imunidade de forma natural e proporcionar antioxidantes ao mesmo tempo. Por conta dessas propriedades, o boldo é muito usado para tratar distúrbios gastrointestinais – como azia –, gonorreia e constipação.

Suas propriedades estimulam o fluxo de bile pelo fígado, melhorando, assim, naturalmente a digestão e absorção de gorduras e nutrientes.

É também utilizado em doenças do fígado e vesícula biliar, como hepatites, colelitíase, disquinesia biliar e enxaquecas relacionadas com disfunção biliar.

Alivia a ressaca

Bebidas alcoólicas quase não possuem benefícios nutricionais e seu consumo em excesso está relacionado com problemas de desnutrição, doenças gastrointestinais, respiratórias, cardiovasculares e neurológicas – problemas que afetam a longo prazo.

Além dos problemas citados acima, também temos a famosa ressaca. A bebedeira é marcada por dor de cabeça, enjoos, dor no estômago, etc.

Por conta de o boldo possuir boldina, ajuda a desintoxicar e estimular o fluxo de bile. Portanto, a ressaca pode ser tratada com chá da planta.

Diminui a prisão de ventre

O chá de boldo também é utilizado como um laxante natural. No entanto, vale lembrar que ele deve ser consumido em pequenas quantidades, pois, quando em excesso, pode causar irritação no estômago.

Fortalece o sistema imunológico

Por conter antimicrobianos, o boldo ajuda a fortalecer o sistema imunológico. A planta fortalece os mecanismos de defesa e os capacita a protegerem ainda mais o corpo.

Como usar o Boldo?

As folhas de boldo podem ser utilizadas tanto frescas quanto secas para preparar um chá. Então, você pode utilizá-las logo após comprá-las ou colher em seu quintal.

Contraindicações e efeitos colaterais

Mesmo com todos esses benefícios, o boldo possui algumas contraindicações, pois pode reagir de forma inesperada no organismo. A erva não é recomendada para grávidas ou que estão amamentando, pois possui efeito abortivo e pode provocar má-formação do feto.

Já quanto aos efeitos colaterais do boldo, consumi-lo em excesso pode provocar vômito, diarreia e, em casos mais graves e pouco comuns, convulsão.

Como fazer chá de boldo?

Fazer chá de boldo é bem simples, desde que você tenha acesso às folhas. Se você não tem a erva plantada em seu quintal, o lugar mais fácil para encontrá-la é em lojas de raízes ou lojas de alimentos saudáveis.

Uma vez com as folhas de boldo em mãos, veja como fazer o chá:

  • Passo 1 – Leve uma panela com água ao fogo para ferver;
  • Passo 2 – Adicione 1-2 colheres de sopa das folhas;
  • Passo 3 – Reduza o fogo para ferver e cubra a panela;
  • Passo 4 – Deixe o chá descansar por 5 minutos;
  • Passo 5 – Coe as folhas e sirva quente, sem adoçar.

[VEJA TAMBÉM: BENEFÍCIOS DO CHÁ DE BOLDO]

Enfim, lembre-se que o boldo é utilizado frequentemente sem nenhuma indicação e que o uso incorreto ou em excesso pode causar problemas e efeitos colaterais sérios.

Se você está em dúvida com alguma informação específica, o melhor sempre é procurar um médico!


Este texto foi revisado pelo Profissional: Thais Karpowiski (conheça mais sobre ele(a) clicando no link)

Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

Deixe um Comentário