Bodybuilding: como funciona a motivação e como fazer o fisiculturismo

A tradução do termo bodybuilding para o português, é algo como: “construtor ou construção de corpo”. A metáfora faz sentido, afinal, o fisiculturismo, é a definição usada para o grupo de adeptos do estilo de vida de culto ao corpo no qual o objetivo é a busca pelo condicionamento físico e resistência máxima. Para tal, os adeptos se adequam a uma intensa rotina de exercícios físicos e alimentação equilibrada.

De acordo com reportagem de Tribuna, a origem da cultura bodybuiling vem da Grécia Antiga, quando os homens mais fortes eram considerados os mais próximos dos deuses. No entanto, foi somente em 1940 que aconteceu o primeiro campeonato de fisiculturismo no qual o competidor com maiores músculos venceria.

Bodybuilding – como começar?

Não há uma comunidade específica de bodybuilding para além dos campeonatos e academias especializadas. No entanto, na palavra dos praticantes, não se deixa dúvidas de que para começar é preciso muita disciplina e, de preferência, ajuda profissional para orientação de quais exercícios fazer, que dieta adotar ou qual suplemento tomar.

  • Passo 1 – É comum que inexperientes com o sonho do corpo musculoso aceitem a empreitada e acabem com problemas sérios de saúde. Portanto, o primeiro passo é fazer uma bateria de exames para verificar se não há alguma restrição alimentar ou de exercícios que precise respeitar dentro da nova rotina de treinos;
  • Passo 2 – O segundo especialista a consultar é um nutricionista. Para se tornar um bodybuilder, será necessário adaptar a alimentação para um cardápio mais calórico, mas que estimule o ganho de massa magra, respeitando a rotina exigente. Já divulgamos aqui o cardápio para ganhar massa muscular;
  • Passo 3 – Depois de ter em mãos um guia de quantas calorias comer por dia, quais alimentos podem te fazer mal ou bem é preciso entrar em contato com um personal trainer de confiança. Há academias especializadas em bodybuilding que podem oferecer melhor atendimento. O treino precisa começar de maneira lenta, respeitando os limites do corpo e fazendo-o adequar ao esforço físico. Com o tempo, deverão ser incluídos práticas aeróbicas somadas a um tempo considerável de musculação.

Você deve modificar todo o seu conceito de vida, terá que fazer o uso de anabolizantes, suplementos específicos e modificar toda a sua alimentação. Muitas pessoas acham que ir até a academia e ficar um tempo maior do que o normal é o suficiente para alcançar o corpo que veem na televisão.

O que muda no começo? Período de adaptação

O processo do bodybuilding demora cerca de alguns meses até que se vejam os primeiros resultados com efetividade. Na voz dos especialistas pode ser perigoso cravar uma data ou metas, afinal, elas devem estar de acordo com o rendimento de cada um.

Alguns profissionais como é o caso do youtuber e fisiculturista Leo Stronda, garantem que é preciso mudar a sua rotina e, as vezes, até suas amizades para conseguir ter foco na nova rotina de vida.

Já o Celso de Jesus Reis aconselha se informar e assistir campeonatos para ter certeza de que essa realidade é mesmo para você. Confira na entrevista completa:

A construção de um novo corpo leva em consideração três pilares básicos, que deverão nortear os treinos. De acordo com entrevista com Eduardo Miranda, atleta de Bodybuiding ganhador overall Sulamericano (confira aqui o Instagram do atleta) e condizente com a opinião de personal trainers, o caminho para iniciar os treinos é focar em três pilares:

Exercícios Físicos

Com exercícios de musculação feitos a todo o vapor, isso é aquilo que construirá os primeiros resultados no corpo. É preciso ir além disso, exercícios aeróbicos são essenciais para que o coração fique fortalecido, bem como a hipertrofia de todos os músculos. Dessa maneira, o dano é menor e o resultado do aumento dos músculos fica mais evidente.

Um dos exercícios físicos mais indicados é o treinamento HIIT ou o Crossfit, já que estes contém uma grande quantidade de esforço muscular.

Alimentação Equilibrada

Com alimentos restritos e regrados até 7 vezes por dia, por meio da dieta equilibrada, é ingerido muita pouca gordura, tudo com a intenção de ganhar massa magra. Porém, a ingestão de nutrientes e vitaminas alcança altos índices.

Mudanças De Vida

Antes que você decida que vai iniciar o bodybuilding é preciso que tenha noção que o processo não é temporário ou tão fácil quanto parece, é preciso adotar novos hábitos de vida: desde a alimentação, ir na academia de maneira regrada, cortar certos alimentos – além do cigarro e das bebidas alcoólicas.

Suplementos para bodybuilding – Qual tomar?

Nem sempre o bodybuilder precisará fazer o uso de suplementos para que o corpo esteja preparado. Tudo dependerá do rendimento, o que deverá ser observado ao menos após o primeiro até o terceiro mês de início.

Em geral, os mais recomendados são os suplementos para ganhar massa muscular. Eles poderão ter origem proteica ou a quantidade ideal de proteína.

O consumo costuma acontecer com 30 minutos antes do treino. No entanto, tudo dependerá das instruções do suplemento escolhido.

A ideia da suplementação é melhorar o rendimento do treino ou facilitar o processo de ganho de massa muscular.

Anabolizantes e o bodybuilding

Mesmo que muitas pessoas que tenham interesse em iniciar o processo de bodybuilding, muitas delas confundem isso com o uso desenfreado de anabolizantes, aqueles conhecidos como “bomba”, que promovem o crescimentos dos músculos e do corpo no geral por mudanças hormonais em excesso.

Encontrados facilmente à venda nas academias e lojas especializadas, podem ser aplicados por meio de pomadas, adesivos, pílulas, pós, injeção intramuscular e várias outras maneiras.

Porém, é importante que se saiba que os efeitos colaterais são super danosos para o organismo, veja alguns deles abaixo:

  • Danificam o funcionamento do fígado;
  • Alteram o batimento cardíaco;
  • Os níveis de colesterol ruim aumentam gradativamente;
  • Pele mais oleosa e consequentemente com mais acnes;
  • Problemas de crescimento de cabelo;
  • Aumento das mamas e diminuição dos testículos quando utilizado por homens;
  • Em mulheres, há o crescimento de pelos, desregula a menstruação, além da virilização.

Além disso, em sua maioria, são proibidas pelo WNBF – World Natural Bodybuilding Federation (Federação Mundial de Bodybuilding), motivo até mesmo de exclusão do usuário durante 7 anos do ramo. Veja aqui quais são eles e tenha cuidado:

  • Anfetaminas e efedrinas;
  • Hormônios no geral;
  • Esteróides anabolizantes;
  • Implantes musculares e estimulantes;
  • Suplementos de origem duvidosa.

Benefícios da prática

Além de atingir os objetivos de ter um corpo malhado, em forma e com músculos definidos, o bodybuilding também deixa o corpo menos suscetível a doenças arteriais, obesidade, hipertensão, diabetes e colesterol alto.

Com a musculatura fortalecida, o praticante de bodybuilding também fica menos propenso a artrite e osteoporose, além de ter os hormônios da felicidade regulados, eliminando o risco de depressão, ansiedade e estresse.


Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

1 Estrela2  Estrelas3  Estrelas4  Estrelas5  Estrelas (Ainda sem avaliações)
Loading...

Quem Leu Este Artigo também costuma ler:

Deixe um Comentário