Bife – Benefícios, Tabela Nutricional, Como Consumir Corretamente?

Você já deve saber que a carne conta com muitos nutrientes para a saúde do corpo, mas sabe quais são seus benefícios? Confira aqui no Quero Viver Bem!

Conhecida por ser rica em proteínas, a carne bovina, ou bife, como também é chamada, oferece ao organismo uma gama gigantesca de nutrientes e benefícios. Possui boa quantidade de vitaminas, principalmente do complexo B e sais minerais, sendo uma fonte riquíssima de ferro, zinco, selênio, potássio e outros.

Os benefícios do bife para a saúde são inúmeros. Esse é considerado um alimento excelente, por esse motivo, é bastante usado nos pratos culinários nas principais refeições. A seguir, você conhecerá tudo o que precisa saber sobre ele!

Tabela nutricional da carne

Bife

De tudo o que ela possui, a proteína ganha maior destaque. Por isso, a carne vermelha é tão conhecida dos brasileiros, principalmente de quem pratica exercícios e procura o crescimento e a definição muscular.

Mas, as proteínas possuem muitas outras funções no organismo, afinal, contribui para a formação e manutenção de células e tecidos de todo o corpo.

O bife também possui muitos outros nutrientes excelentes para o corpo:

  • Vitaminas do Complexo B (B1, B2, B3, B5, B6 e B12);
  • Fósforo;
  • Zinco;
  • Ferro;
  • Gorduras.

Quais os benefícios da carne?

Há muitos benefícios em consumir a carne bovina com frequência. O primeiro deles é o mais conhecido é o ganho de massa muscular.

O bife é rico em proteínas, que, por sua vez, contribuem para a produção e manutenção de células e tecidos. Ou seja, ajuda na formação de massa muscular e músculos. Além disso, elas também são úteis para a construção do corpo: formação e manutenção de ossos, pele e cartilagem.

A carne também tem a função de manter o corpo humano sempre nutrido, já que é um dos alimentos mais ricos em muitos minerais e nutrientes. Por exemplo, em 170g de um bife há 4g de cálcio, 26g de ferro, 38g de fósforo, 52g de selênio, 72g de zinco e muitos outros.

Bife

Devido à boa quantidade de ferro, o bife de carne bovina é um dos aliados contra a anemia, ajudando a combater a deficiência desse nutriente.

Outro benefício da carne está relacionado à performance. O alimento contribui com o ganho de energia, já que é rica em creatina, um nutriente conhecido por melhorar o desempenho em atividades físicas, contribuir no desenvolvimento muscular, aumentar a resistência e também o tamanho muscular.

Melhores cortes de carne bovina para bife

O bife pode ser feito de várias partes do boi. Tudo depende do tipo de prato, do tempo de cozimento e do sabor que se deseja. Os melhores cortes de carne bovina para bife são:

  • Contrafilé;
  • Alcatra;
  • Patinho;
  • Coxão mole;
  • Filé mignon;
  • Picanha.

Cada tipo de corte tem seu tempo de preparo perfeito. Mas, de uma maneira geral, o ideal precisa ter mais ou menos um dedo de espessura para manter a suculência – caso seja uma fatia fina, o bife poderá ressecar, e quanto mais gordura mais suculento ficará. No entanto, é preciso levar em consideração que o excesso de gordura pode ser prejudicial para a saúde.

É necessário atentar-se, também, à temperatura ideal. Para o bife ficar perfeito, faça-o com o fogo médio e a frigideira quente na medida: não muito quente, para evitar ressecamento, nem muito fria, para não perder o ponto da carne.

Para evitar o excesso de óleo, o ideal é usar uma boa frigideira antiaderente. Dessa forma, apenas um fio de azeite ou óleo já é suficiente.

Bife

Cuidados com o bife: quanto devo comer? Existem riscos?

Em excesso, o bife pode apresentar alguns riscos, principalmente quando preparado em imersão no óleo. Os cortes mais gordos, apesar de serem mais suculentos durante o preparo, também devem ser consumidos com cautela, evitando exageros.

Prefira esses cortes em ocasiões especiais. Para o dia a dia, procure cortes magros como o patinho e coxão mole.

A quantidade irá depender de vários pontos. Para se adequar ao ideal, procure conversar com um nutricionista. Dessa forma, você terá um cardápio balanceado e adaptado às suas necessidades nutricionais.

A carne bovina deve fazer parte de uma dieta equilibrada e saudável, mantendo no cardápio outros alimentos como frutas, verduras, vegetais e legumes. Inclusive, há outros tipos de carnes, como aves, suína e peixes que também possuem nutrientes e vitaminas e proporcionam várias vantagens ao organismo.

Com uma dieta variada, é possível manter o organismo sempre nutrido e aproveitar todos os benefícios tanto da carne como dos outros alimentos.


Este texto foi revisado pelo Profissional: Thais Karpowiski (conheça mais sobre ele(a) clicando no link)

Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

Deixe um Comentário