Benefícios e Malefícios do kombucha – Como consumir?

Bebida de nome complicado, mas que tem uma imensa popularidade entre os povos asiáticos. A kombucha, criada pelos chineses, é uma alternativa para uma vida mais saudável, embora tenha uma aparência muito parecida com um refrigerante.

Na realidade, essa bebida é artesanal, caracterizada por ser levemente gaseificada por causa de sua fermentação. Descubra mais a respeito da kombucha, para que serve, quais são seus benefícios e malefícios e como utilizá-la corretamente, só aqui no Quero Viver Bem!

O que é kombucha?

Kombucha

[CONFIRA TAMBÉM: 7 BENEFÍCIOS E 7 MALEFÍCIOS DE KOMBUCHA]

Bebida chinesa milenar – essa é a forma mais comum para descrever a kombucha. Mas, você também pode ouvir falar dela como um chá fermentado – o que não é mentira. O líquido surge a partir da fermentação de uma cultura viva de bactérias e leveduras, chamada popularmente de scoby.

De aspecto gelatinoso, essa cultura parece bastante com uma massa de panqueca, por isso você poderá encontrar pessoas denominando-a, também, somente de “panqueca”. Esse scoby é adicionado em um recipiente (de vidro) para fermentar no chá com açúcar ou fruta.

Normalmente, o chá escolhido é o preto ou verde. Entretanto, existem tantas receitas inusitadas e nutritivas que a kombucha pode gerar receitas detox, assim como sorvetes e até um café diferenciado.

Para que serve?

Kombucha é uma bebida nutritiva que ficou conhecida como o “elixir da saúde”. Os microrganismos que formam aquela colônia (scoby) fazem com que a kombucha se torne um alimento probiótico de alto índice de antioxidantes, além de vitaminas do complexo B.

[LEIA TAMBÉM: KOMBUCHA EMAGRECE?]

Benefícios e Malefícios da kombucha

Kombucha2

Por ser um probiótico, a kombucha está diretamente relacionada à imunidade. Como tais microrganismos habitam a microbiota intestinal, são bactérias “do bem”, seu sistema imunológico estará ótimo.

Ademais, tais bactérias, quando fermentadas, liberam substâncias que auxiliarão na perda de peso, justamente por agirem na sensação de saciedade.

São também benefícios da kombucha:

  • Desintoxicar o organismo;
  • Diminuir alergia e intolerâncias alimentares;
  • Melhorar a pele;
  • Melhorar o funcionamento do intestino;
  • Melhorar o metabolismo;
  • Melhorar o transporte de oxigênio no sangue;
  • Prevenir e recuperar as lesões nas articulações;
  • Promover uma melhor absorção de nutrientes;
  • Proteger o organismo em casos de inflamações e quando há diminuição das defesas;
  • Provocar sensação de bem-estar, disposição e energia.

Por outro lado, deve-se ter muito cuidado: caso a cultura de bactérias mofa ou seja contaminada por bactérias ou fungos “do mal”, haverá riscos para a saúde.

O uso exagerado de kombucha não é indicado, assim como usá-lo sem acompanhamento, pois existem interações medicamentosas que podem causar efeitos colaterais, como toxicidade no fígado e nos rins.

[VEJA TAMBÉM: COMO TOMAR KOMBUCHA PARA EMAGRECER? ]

A manipulação de kombucha também pode trazer riscos – para evitá-los, é fundamental a higienização do ambiente, das mãos e do pote de vidro que será utilizado para preparar a bebida. Além disso, a qualidade da água é indispensável.

Como usar o kombucha?

Primeiro, é importante que você saiba que o kombucha possui contraindicações para:

  • Crianças;
  • Gestantes;
  • Idosos;
  • Lactantes;
  • Pessoas com baixa imunidade.

Essas restrições acontecem pela fragilidade do sistema imunológico que pode favorecer o surgimento de infecções oportunistas.

O mais importante é que um médico seja consultado para pedir orientações acerca do consumo de kombucha. Por suas propriedades poderosas, a bebida deve ser ingerida de maneira consciente – a recomendação é que não se ultrapasse 300ml por dia.

De início, você pode começar a tomar 100ml e ir aumentando gradativamente até chegar a esse limite, caso não ocorram problemas gastrointestinais.

kombucha

Tão importante quanto entender o consumo é saber como fazer kombucha. Grande parte das pessoas consegue o scoby por meio de doações em grupos nas redes sociais que abordam esse tema. Dessa maneira, já são instruídas sobre como realizar o procedimento.

De maneira bem fácil, você deve preparar a bebida que queira adicionar ao scoby. Esse deve ser colocado em um pote de vidro esterilizado (para que não seja contaminado com bactérias ruins) e deixado para fermentação, juntamente com a bebida, por alguns dias.

O tempo de fermentação irá depender bastante da temperatura ambiente. Procure provar a bebida até perceber que ela está no ponto correto de consumo – quando estiver com um sabor levemente azedo e adocicado, está na hora de aproveitar os benefícios.

Agora, se você provou e a kombucha está com gosto de vinagre, já passou muito tempo de fermentação e não é indicado o consumo.

Gostou? Então, veja, também, Como preparar kombucha em casa? Confira a Receita completa e os Benefícios!


Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe um Comentário