Quais são os benefícios do inhame? Aprenda aqui sobre suas propriedades e mais.

Veja aqui quais são os principais benefícios do inhame para sua saúde, quais são suas principais propriedades e muito mais.

O inhame é um tubérculo que apresenta muitas propriedades nutritivas. Mas engana-se quem pensa que ela seja consumido somente no Brasil. O produto começou a ser cultivado há milhares de anos em regiões da África, Ásia, Oceania e América Latina.

Inclusive, a palavra “inhame” é originada de um idioma do oeste da África, no qual “Yam” significa ” sabor” ou ” amostra”, podendo, também, em algumas línguas africanas, significar ” comer”.

No Brasil, o inhame é cultivado no nordeste, região onde acontece o maior consumo do país. O tubérculo só consegue desenvolver-se em lugares tropicais, servindo para a alimentação e fins medicinais, como é o caso da aplicação do método Merker, em que a diosgenina encontrada no inhame é convertida em progesterona para a fabricação de pílulas anticoncepcionais.

Propriedades do inhame

Quais são os benefícios do inhame? Aprenda aqui sobre suas propriedades e mais.

Esse é um alimento medicinal repleto de vitaminas e minerais. Os principais nutrientes encontrados, a cada 100 gramas, são:

Apesar do inhame ter uma quantidade significativa de carboidratos, ele é considerado “do bem”, pois é rico em fibras, que não permitem a elevação do índice glicêmico. Desse modo, o tubérculo pode ser bastante vantajoso para diabéticos e pessoas que estão em fase de emagrecimento.

Benefícios do inhame para a saúde

Entre os principais benefícios do inhame estão:

  • Ajuda a mulher: compostos como a diosgenina ajudam a regular os hormônios femininos, principalmente o estrogênio, e combater sintomas da TPM;
  • Possui propriedades antioxidantes, que previnem o envelhecimento precoce;
  • Melhora a saúde do coração, pois tem vitamina C e potássio, que regulam a pressão arterial;
  • Previne o câncer: os antioxidantes combatem os radicais livres, que podem causar mutações nas células, formando os tumores;
  • Evita a osteoporose, pois é rico em cálcio;
  • Melhora as defesas do organismo;
  • Combate os sintomas da menopausa, pois as propriedades promovem mais equilíbrio hormonal;
  • Melhora o trânsito intestinal, devido à quantidade de fibras;
  • Promove a saciedade: muito usado em dietas alimentares para reduzir o peso;
  • Boa opção de carboidrato para diabéticos, pois possui baixo índice glicêmico.

Formas de consumo do inhame

Quais são os benefícios do inhame? Aprenda aqui sobre suas propriedades e mais.

Existem muitas formas de consumo, mas, geralmente, ele pode ser: assado, cozido e feito no vapor. Entretanto, existem algumas receitas que o utilizam cru, para fazer bebidas e saladas.

Alguns especialistas dizem que o inhame cru pode aumentar o fator de alergias, em algumas pessoas. Além disso, ele possui ácido oxalático, portanto, deve ser consumido cozido por portadores de pedras nos rins e crianças com irritação nas mucosas.

Em suma, a proposta com o inhame cru utilizada para os sucos e a substituição do leite para shakes e smothies com frutas deve ser bastante avaliada. Apesar disso, existem muitas informações sobre o poder do tubérculo em sua forma in natura, para desintoxicar.

A forma correta de usar o inhame nesses preparos com segurança é deixando-o de molho por 6 horas ou cozinhando-o, para reduzir o teor de ácido oxalático.

Entre as formas de consumo do inhame mais conhecidas estão:

  • Sopas;
  • Purês;
  • Leite de inhame;
  • Bolos e pães;
  • Maionese vegana de inhame;
  • Escondidinhos;
  • Vitaminas.

Cuidado para não confundir o inhame com o cará e o taro, pois não são a mesma coisa. Muitas pessoas assimilam esses três alimentos como se fossem um só, mas, na realidade, são diferentes.

Os 3 tubérculos são muito confundidos porque são parecidos em sua aparência de casca marrom escura, coberta por pequenas fibras, e pela polpa branca.

Os pesquisadores afirmam que o cará é uma variedade de inhame, ou seja, eles são da mesma família, no entanto, são diferentes nutricionalmente. O inhame é mais rico em vitaminas, minerais e fibras do que o cará e o taro.

Para diferenciar os 3, vale a dica: o inhame tem um formato mais parecido com a mandioca, enquanto que o cará e o taro são redondos, como batatas. Fique atento, para não comprar gato por lebre.


Este texto foi revisado pelo Profissional: Thais Karpowiski (conheça mais sobre ele(a) clicando no link)

Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

Um Comentário

  1. RenataLuzia Santana

Deixe um Comentário