Quais são os principais benefícios do feijão? Veja aqui.

O feijão é a estrela do prato do brasileiro. Além de delicioso, ele contém nutrientes muito importantes para a manutenção da saúde, sendo um grão fácil e versátil na culinária, podendo ser usado para inúmeros preparos.

Ao contrário do que se pensa, o feijão não é uma exclusividade na mesa do brasileiro, sendo um dos alimentos mais antigos na humanidade, contando com muitas versões de sua origem.

Segundo as fontes históricas, a origem do feijão deu-se no antigo Egito e também na Grécia, onde os grãos eram conhecidos como “símbolo da vida”. No entanto, há controvérsias, pois também existem outras hipóteses de que a plantação começou no México, 7.000 anos A.C, e que, depois disso, foi disseminado para o resto do mundo.

Outra versão ditada pelos registros arqueológicos antigos é que os primeiros feijoeiros teriam surgido no Peru, há cerca de 10.000 anos A.C.

Mas, uma coisa é certa, existem mais de 14 variedades de feijão para consumo e elaboração de inúmeros preparos na culinária. Entre eles:  preto, carioquinha, branco, rosado, fradinho, corda, jalo, bolinha, rajado, roxo, moyashi, verde, vermelho etc.

Propriedades do feijão

Quais são os principais benefícios do feijão? Veja aqui propriedades e para que serve.

De uma coisa ninguém tem dúvidas, o feijão é um alimento altamente nutritivo, que fornece vitaminas do complexo B, fibras, carboidratos, proteínas, cálcio, ferro e zinco.

Por ser rico em proteína vegetal e ferro, é uma ótima opção para os veganos e vegetarianos.

O consumo desse grão está diretamente associado ao combate de doenças cardiovasculares, diabetes e obesidade.

A cada 45 gramas de feijão cru (3 colheres de sopa de feijão), é possível encontrar:

  • Calorias: 155 Kcal;
  • Proteínas: 11 gramas;
  • Carboidratos: 27 gramas;
  • Gorduras totais: 0,57 gramas;
  • Fibra alimentar: 9,6 gramas;
  • Cálcio: 37 mg;
  • Ferro: 3,0 mg;
  • Sódio: 5,4 mg.

Principais benefícios do feijão para a saúde

Devido às ricas propriedades do feijão, os grãos passaram a ser um dos principais alimentos na mesa do brasileiro, catalogados pelo Ministério da Saúde como uma combinação perfeita na proporção de uma porção de feijão para três de arroz.

Entre seus principais benefícios estão:

  • Previne a anemia, decorrente da deficiência de ferro, especialmente quando ingerido com alimentos ricos em vitamina C;
  • Combate fadiga intensa, alterações de humor e problemas neurológicos, pois possui altas concentrações de vitaminas do complexo B;
  • Melhora o trânsito intestinal, devido à sua riqueza em fibras;
  • Mantém as taxas de açúcar no sangue equilibradas, prevenindo o diabetes;
  • Aumenta a sensação de saciedade;
  • Ajuda a manter a saúde do coração;
  • Colabora para a saúde dos ossos.

Como evitar os gases?

Apesar de ser um alimento altamente nutritivo, o feijão possui uma característica que desagrada algumas pessoas: ele pode causar flatulência, ou seja, gases. Isso porque é rico em fitatos e carboidratos não absorvíveis (rafinose) e, por isso, tende a fermentar no intestino.

Mas não é por isso que deve ser deixado de lado! Para retirar o excesso do fitato, presente na casca, basta deixar o feijão de molho de um dia para o outro ou por pelo menos 12 horas. Outra dica é deixar ele cozinhar bastante, assim o carboidrato presente será mais facilmente digerido.

Essas informações também valem para as outras leguminosas como grão de bico, lentilha, ervilha.

Formas de consumo do feijão

Quais são os principais benefícios do feijão? Veja aqui propriedades e para que serve.

Um dos pratos mais populares do mundo com feijão é a feijoada, considerada por muitos um preparo exótico, especialmente para as pessoas que não estão acostumadas. No entanto, é muito difícil encontrar um brasileiro que não goste dessa forma de consumo do feijão.

Como existem inúmeras variedades de feijão, cada uma delas pode ser usada para um preparado em específico. Os mais comuns são:

  • Feijão carioquinha: a variedade mais cultivada e consumida diariamente em alguns estados brasileiros. Dá para preparar sopas e como acompanhamento do arroz;
  • Feijão preto: ideal para sopas e feijoadas. Além disso, alguns estados brasileiros, como Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro, consomem essa variedade no dia a dia;
  • Feijão fradinho: ideal para o preparo de saladas. Também é usado no preparo no acarajé;
  • Feijão roxinho: usado no preparo de sopas, saladas e também como acompanhamento para o arroz;
  • Feijão branco: ideal para sopas, farofas e saladas. Pode ser usado como acompanhamento para o arroz. Na frança, é usado para fazer o Cassoulet (feijoada francesa);
  • Feijão mulatinho: usado para acompanhamento com o arroz;
  • Feijão verde: acompanhamento para o arroz;
  • Feijão de corda: baião de dois, saladas, acompanhamento para o arroz, arrumadinho.

Saladas, sopas, feijoada e acompanhamento para o arroz são as formas de consumo mais comuns. Mas, em países como o México, o feijão é um ingrediente indispensável para fazer o famoso “Chilli”, um prato que possui feijão e carne moída, muito consumido com burritos e nachos.

Em países como Portugal, o feijão fradinho, é conhecido como “frade”, sendo vendido em forma de salada pronta para consumo, em supermercados.

O fato é que cada lugar do mundo tem a sua variedade de feijão preferida e também sua forma de preparo. O feijão é um grão gostoso e nutritivo que não pode faltar na sua mesa.


Este texto foi revisado pelo Profissional: Thais Karpowiski (conheça mais sobre ele(a) clicando no link)

Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe um Comentário