Quais são os benefícios da rúcula? Veja aqui propriedades e para que serve.

Veja aqui quais são os principais benefícios do consumo da rúcula na sua alimentação, quais são as propriedades desse alimento e muito mais.

Famosa por seu sabor marcante e cor intensa, a rúcula é uma verdura que transforma qualquer refeição, deixando-a mais gostosa. Mas, não é somente isso: ela é um alimento rico em propriedades e nutrientes extremamente eficazes para a saúde.

 A seguir, conheça mais sobre a rúcula, quais são os principais benefícios proporcionados por ela, suas propriedades e como inseri-la na sua alimentação, para ter mais saúde no dia a dia.

Para que serve a rúcula

Quais são os benefícios da rúcula? Veja aqui propriedades e para que serve.

A rúcula fornece inúmeros nutrientes, como vitamina A, ferro e demais substâncias, essenciais para garantir o correto funcionamento do organismo e evitar o desenvolvimento de doenças.

Além disso, como tem baixa quantidade de ácido oxálico, essa verdura garante a melhor absorção de minerais pelo organismo, reduzindo o risco de desenvolver pedra nos rins. Ela também é uma aliada no combate aos radicais livres, porque tem concentração elevada de antioxidantes, ajudando a fortalecer o sistema imunológico e evitando doenças simples.

Paralelamente, a verdura dá suporte na prevenção de câncer, hipertensão, problemas de visão e aumento do colesterol ruim, porque possui fitoquímicos em sua composição, substâncias que reforçam o organismo e minimizam a chance de desenvolver essas doenças.

Benefícios da rúcula

1. Regulação do sistema gastrointestinal

A rúcula tem alta concentração de fibras e compostos de enxofre, substâncias que regulam o funcionamento do sistema gastrointestinal, melhorando a digestão, azia, produção de bile e evacuação.

2. Controle da diabetes

As fibras presentes na rúcula fazem com que a glicose (açúcar) seja absorvida mais lentamente, não causando picos de insulina. Além disso, praticamente não possui carboidrato.

3. Prevenção de câncer

Os compostos de enxofre presentes na rúcula são importantes aliados na prevenção de diversos tipos de câncer, como de pulmão, pele, pâncreas, esôfago, próstata e colo do útero.

Isso ocorre porque esses compostos inibem uma enzima que estimula a multiplicação das células do câncer, reduzindo o risco de desenvolvimento de tumores malignos.

Além disso, a rúcula tem fitoquímicos, que são capazes de diminuir a ação cancerígena do hormônio estrogênio, proporcionando maior proteção para o organismo, especialmente ao sistema reprodutor feminino.

4. Melhor visão

A verdura é uma riquíssima fonte de vitaminas K, C e A, que são muito importantes para a saúde dos olhos, evitando a degeneração acelerada das células desse órgão e, consequentemente, doenças oculares.

5. Prevenção de doenças ortopédicas

A rúcula tem dois nutrientes importantes para a saúde dos ossos: a vitamina K (que evita o desgaste da estrutura óssea) e o cálcio (que fortalece os ossos). Por isso, ao fazer o consumo regular dessa verdura, é possível prevenir doenças ortopédicas.

6. Melhoria do funcionamento do cérebro

A vitamina K presente na rúcula reforça todo o sistema neural e evita o mau funcionamento cerebral, além de prevenir doenças como o Mal de Alzheimer.

Propriedades da rúcula

A rúcula fornece ao organismo uma boa quantidade de fibras, minerais e vitaminas importantes. Em uma porção de 100 gramas da verdura há os seguintes nutrientes:

  • Proteínas – 1,6g;
  • Carboidratos – 2g;
  • Fibras – 1,6g;
  • Vitamina A – 619µg;
  • Vitamina C – 51mg;
  • Vitamina K – 404µg;
  • Cálcio – 160mg;
  • Magnésio – 47mg;
  • Ferro – 3,6mg.

Rúcula emagrece?

Quais são os benefícios da rúcula? Veja aqui propriedades e para que serve.

A rúcula dá suporte no processo de emagrecimento, porque é um alimento pobre em calorias. Além disso, possui uma quantidade significativa de fibras, o que ajuda a dar maior sensação de saciedade durante o dia, passando a comer menos.

Dá para investir na rúcula para fazer substituições de alimentos gordurosos ou ricos em carboidrato, passando a comer saudavelmente, além de contribuir com o organismo e minimizar a possibilidade de contrair doenças.

Como consumir a rúcula

A melhor forma de aproveitar todos os nutrientes é consumi-la crua, o que pode ser feito em saladas ou lanches naturais, por exemplo. Procure consumir, pelo menos, uma porção de 100 gramas.

Sempre come rúcula crua em saladas? Uma boa variação é um refogado com ovo ou azeite, alho e cebola. Há, também, a opção de consumi-la em sopas, que são ideais para quem está tentando perder peso.

Outra alternativa é uni-la a outros alimentos, como legumes, carboidratos integrais, frango, peixes ou carnes magras, utilizando-a como um complemento, para dar mais sabor e cor aos pratos.


Este texto foi revisado pelo Profissional: Thais Karpowiski (conheça mais sobre ele(a) clicando no link)

Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

Deixe um Comentário