Apneia do Sono – O que é? Pode matar? Sintomas e Tratamento

A apneia do sono é um distúrbio que leva a culpa pelo ronco — que, por sinal, incomoda muita gente. No entanto, é muito mais do que o ato de roncar. O problema causa interrupção na respiração, fazendo com que o indivíduo acorde durante o sono, resultando em noites mal dormidas e dias sonolentos.

Essa diminuição da respiração afeta a circulação de ar e, consequentemente, a circulação sanguínea, que, por sua vez, causa problemas na pressão arterial. Quase toda a população passa por esse problema, sendo considerada uma doença só quando acontece frequentemente. Entenda melhor:

apneia do sono tratamento

O que é apneia do sono?

Sua principal característica é a pausa ou apenas a diminuição da respiração. A respiração cessa momentaneamente, geralmente, devido a alguma obstrução das vias respiratórias. Pode, também, ter origem em problemas neurológicos, como o AVC.

As interrupções podem ser casuais ou afetar drasticamente a qualidade de sono, já que podem acontecer até 50 vezes por hora. 

Existem dois tipos de apneia do sono:

  • Apneia obstrutiva do sono;
  • Apneia do sono central.

A primeira é a mais comum e, basicamente, acontece quando os músculos da garganta relaxam, fechando as vias respiratórias. Ao perceber erro, o cérebro envia sinais e a pessoa acorda, fazendo com que a respiração volte ao normal.

no segundo tipo, o cérebro não é capaz de transmitir sinais e a pessoa acorda com falta de ar. Nestes casos, o paciente sente muito mais dificuldade para dormir ou manter o sono.

Em ambos casos, quem é acometido com esse mal não consegue uma boa noite de sono, resultado em dias sonolentos, irritação e estresse. Apesar do sono durante o dia, à noite, o paciente sente dificuldades para dormir.

Causas da apneia do sono

As causas variam com o tipo de apneia do sono, sendo:

Causas da apneia obstrutiva do sono

  • Obstrução do canal respiratório;
  • Obesidade;
  • Aumento das amígdalas;
  • Circunferência do pescoço;
  • Alterações craniofaciais.

O histórico familiar e a etnia são fatores de riscos para o desenvolvimento da doença. O uso de álcool ou alterações hormonais, como a menopausa, também, podem ser as causas. No entanto, esse é um problema mais comum em homens acima de 40-50 anos, não deixando de afetar as mulheres, também.

Causas da apneia central

  • Distúrbios cardíacos (insuficiência cardíaca congestiva ou fibrilação atrial);
  • AVC — Acidente Vascular Cerebral (casos raros);
  • Tumor cerebral;
  • Lesão de tronco de origem traumática;
  • Uso de medicação para dor (opióides).

A apneia central é menos comum, mas o grupo de risco também aflige homens com mais de 40 anos. No entanto, também pode afetar mulheres e jovens, assim como a apneia obstrutiva do sono.

apneia do sono causas

Sintomas

Os sintomas nos dois tipos são semelhantes. Entre eles destacam-se a sonolência durante o dia e insônia à noite, o ronco alto e o déficit de atenção. Pacientes ainda sofrem com:

  • Acordar durante a noite com falta de ar ou dificuldade para respirar;
  • Acordar com boca seca;
  • Acordar com dor de cabeça.

Devido à noite mal dormida, é comum sentir-se irritado, nervoso e impaciente.

Tratamento

O distúrbio tem tratamento. Para resolvê-lo, é preciso cuidar das vias respiratórias. O mais comum em casos leves é o uso de aparelhos odontológicos, para manter as vias aéreas abertas. A função do aparelho é manter a mandíbula na posição correta, geralmente mais à frente.

Em alguns casos, o paciente precisará utilizar máscaras de pressão positiva contínua nas vias aéreas, também conhecidas como CPAP. A função dessa inalação é mandar o ar para as vias respiratórias, impedindo que se fechem. Esse tipo de tratamento é recomendado para casos moderados e severos.

Diagnosticar a causa da apneia do sono e tratá-la também é uma forma de resolver o problema. Se for resultado de obesidade, o paciente deverá perder peso para acabar com as noites mal dormidas.

A cirurgia também é um tratamento recomendado, geralmente feita no nariz ou na cavidade óssea. Em crianças, a remoção das amígdalas e adenoides pode ser eficiente, mas nem sempre funcionam em adultos.

Quando ir ao médico?

Muitas pessoas não percebem que possuem o distúrbio, principalmente quando é apneia obstrutiva do sono. Ao perceber qualquer um dos sintomas acima, em você ou em alguém próximo, procure um médico em alguma dessas especialidades:

  • Neurologista;
  • Otorrinolaringologista;
  • Pneumologista;
  • Psiquiatra;
  • Médico do sono.

Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

1 Estrela2  Estrelas3  Estrelas4  Estrelas5  Estrelas (Ainda sem avaliações)
Loading...

Quem Leu Este Artigo também costuma ler:

Deixe um Comentário