Anorexia e bulimia – Descubra como esses problemas aparecem!

Você, com certeza, já ouviu falar na anorexia e bulimina, doenças graves que atingem tanto mulheres como homens. Confira, aqui no QVB, como elas aparecem!

Desde o surgimento da mídia, a pressão sobre a nossa própria imagem aumentou, pois somos bombardeados com fotos e vídeos de pessoas que se enquadram perfeitamente no padrão de beleza de cada época.

No entanto, para muitas pessoas, o desejo pelo corpo perfeito se torna uma obsessão, levando a problemas psicológicos que afetam também a saúde do corpo.

Este é o caso da anorexia e da bulimia, transtornos alimentares que afetam principalmente mulheres no período da adolescência, mas podem afetar pessoas de qualquer sexo e idade.

A anorexia é a distorção da própria imagem. Ou seja, a pessoa, por mais que esteja magra, se vê acima do peso e diminui a quantidade ingerida de alimento.

Anorexia e bulimia

Esse quadro leva a pessoa a ter ansiedade em função da insatisfação e do desejo pelo corpo perfeito que parece inatingível.

a bulimia é quando a pessoa continua se alimentando, mas força o vômito para não engordar. A bulimia pode levar a quadros de depressão.

Causas da bulimia e anorexia

A causa exata tanto da bulimia quanto da anorexia é desconhecida. Não se sabe o que leva o cérebro destes pacientes a não se enxergarem como são.

Sintomas

Os sintomas de ambos os distúrbios são parecidos, com exceção de que, na anorexia, o indivíduo reduz a quantidade de alimentos, consumindo de forma gradual, mas que pode levar a quadros de desnutrição, quando em estágios avançados.

Isso ocorre porque o organismo se acostuma com a restrição de alimentos e deixa de sentir fome.

Já na bulimia, o organismo continua mandando sinais de fome para o cérebro. Além disso, a pessoa se exercita compulsivamente, apesar de não se alimentar de forma saudável, na tentativa de compensar o consumo exagerado de alimentos.

Anorexia e bulimia

Dentre os sintomas da anorexia podemos citar:

  • Rápida e inexplicável perda de peso;
  • Medo de ganhar peso;
  • Imagem de si mesmo distorcida;
  • Desmaio;
  • Cansaço;
  • Pressão baixa e tontura;
  • Alimentação restrita a carboidratos e lipídios;
  • Vida social restrita;
  • Uso de laxantes, diuréticos e enemas, em alguns casos;
  • Indução de vômito, em alguns casos.

Os sintomas da bulimia são:

  • Compulsão alimentar;
  • Menstruação desregulada;
  • Alteração de humor;
  • Idas constantes ao banheiro após as refeições;
  • Vômitos;
  • Hálito cetônico;
  • Uso de medicamentos laxativos;
  • Excesso de exercício físico;
  • Perda de peso inexplicável, como na anorexia.

Além disso, na bulimia pode haver o consumo exagerado de álcool e drogas.

É importante lembrar que a anorexia leva a quadros de ansiedade e a bulimia à depressão. Ambos os distúrbios também podem levar à morte, se não tratados antecipadamente.

Tratamentos, exames e procedimentos

Anorexia e bulimia

Tanto a anorexia como a bulimia apresentam o mesmo tratamento, que deve ser acompanhado por um médico, nutricionista e psicólogo para que o paciente possa voltar ao peso ideal.

Além disso, na maioria dos casos, é necessário:

  • Uso de antidepressivos;
  • Uso de ansiolíticos;
  • Psicoterapia;
  • Terapia comportamental.

Esse tratamento pode durar entre um a três anos, e alguns casos mais severos exigem acompanhamento pelo resto da vida.

É importante lembrar que o papel da família e dos amigos é fundamental, principalmente nas primeiras crises, para que seja mais fácil controlar ambos os transtornos.

A demanda pelo tratamento é quase sempre realizada pelos pais ou responsáveis. Assim como a maioria das doenças, quanto antes obter o diagnóstico correto, maior as chances de cura.

Porém, na maioria dos casos, o paciente não se adéqua bem ao tratamento. Há negação sobre a alimentação inadequada ou uso de laxativos, bem como os outros sintomas acima mencionados.

O paciente anoréxico, por exemplo, não demonstra desejo de cura. Além disso, quando anoréxicos ou bulimicos ganham peso durante o tratamento, eles surtam, entrando em depressão grave.

Anorexia e bulimia

Uma das medidas de prevenção é a criação de programas de atendimento a essas pessoas, como o adotado pelo Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, que incluiu ambos os transtornos na lista de doenças que merecem atenção especial no Programa de Saúde do Adolescente.

Ainda não há dados confiáveis e atualizados sobre a porcentagem da população brasileira que sofre desses distúrbios, mas eles estão incluídos como problemas de saúde pública em alguns países.

Para se ter uma ideia, nos Estados Unidos, o número estimado de adolescentes que sofrem de anorexia é entre 2% e 5%, e de bulimia é de 1% entre mulheres jovens e 0,1% entre homens jovens.


Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

Deixe um Comentário