Anemia – O que ela muda na rotina alimentar?

Você sabe o que é a anemia e as consequências que ela trás na rotina alimentar do indivíduo? Descubra informações completas, aqui no Quero Viver Bem!

Anemia é uma condição na qual a deficiência no tamanho ou no número de hemácias ou na quantidade de hemoglobina limita a troca de oxigênio entre o sangue e as células.

A maior parte dos casos de anemia é causada pela deficiência de ferro, vitamina B12 e ácido fólico. Mas, também existem outros tipos, classificados de acordo com o tamanho das células (macro, normo ou microcítica) ou com o conteúdo das hemácias (hipo ou normocrômica).

Segundo a OMS, a anemia é um dos principais problemas de saúde pública mundial, chegando a afetar mais de um quarto da população do planeta, ou seja, cerca de 2 bilhões de pessoas. Entre os grupos de risco mais vulneráveis para a ocorrência de anemia estão as crianças com menos de 2 anos, gestantes e mulheres no pós‑parto, sendo que essa doença pode afetar qualquer pessoa.

Como a anemia por deficiência de ferro (ferropriva) é a mais comum, é nela que iremos focar, informando causas, sintomas, tratamento e o que fazer na rotina alimentar para aumentar a ingestão e absorção de ferro, com dicas e receitas. Confira tudo, aqui no Quero Viver Bem!

Causas e sintomas da anemia

tipos de anemia

As causas da anemia são diversas, sendo a maioria relacionada à alimentação: baixa ingestão de ferro, dieta vegetariana, alta ingestão de chás e café (há compostos que atrapalham a absorção de ferro), baixa ingestão de vitamina C (que ajuda o ferro a ser absorvido).

Outras causas não nutricionais são doenças como malária, ascaridíase, hemorragias, mulheres que fizeram partos seguidos e perderam muito sangue, mulheres que têm fluxo menstrual muito intenso, fatores genéticos, entre outros. Portanto, antes de tratar a anemia, é preciso definir qual é a causa.

[CONFIRA TAMBÉM: TIPOS DE ANEMIA]

Os sintomas usuais da anemia incluem fraqueza, palidez, dores de cabeça intensas, irritabilidade, síndrome das pernas inquietas, vários graus de fadiga e intolerância aos exercícios, alteração no apetite (diminuição ou desejo por coisas não comestíveis, como terra, cabelo, sabão), dispneia (falta de ar), queda de cabelo e unhas fracas. É importante mencionar que todos esse problemas podem ser assintomáticos.

Tratamento para anemia

sucos para quem sofre com anemia

Após dado o diagnóstico da anemia, é preciso tratá-la. Medicamentos como sulfato ferroso são as principais formas de tratamento, devendo apenas ser usados com recomendação e acompanhamento médico.

O tratamento não medicamentoso inclui mudanças na alimentação, visando aumentar a ingestão e absorção de ferro.

Há 2 tipos de ferro que podemos obter dos alimentos: o não heme, encontrado principalmente em alimentos de origem vegetal, como leguminosas, folhas verde-escuras e algumas frutas, cuja absorção é menor; e o heme, de origem animal, que tem maior biodisponibilidade. Portanto, um dos itens mais importantes do tratamento nutricional é aumentar o consumo de ferro heme, ou seja, carnes, aves e peixes.

Diversos estudos já comprovaram que a vitamina C melhora a absorção do ferro, sendo encontrada principalmente em frutas cítricas, como laranja, limão, acerola, morango, abacaxi, kiwi, goiaba, maracujá, abóbora, tomate, brócolis.

Já o cálcio, fitatos, oxalatos e taninos inibem a sua absorção. São fontes de cálcio o leite e os derivados; de fitatos e oxalatos os grãos e as sementes (cascas); e de taninos os chás e o café. Portanto, a recomendação para anêmicos é que consumam fontes de ferro juntamente com fontes de vitamina C, evitando consumir fitatos, oxalatos, taninos e cálcio na mesma refeição que as fontes de ferro.

De acordo com as informações acima, é possível fazer estratégicas nutricionais para que o ferro consumido seja melhor aproveitado, por exemplo:

  • Aumentar o consumo de carne, aves, peixe, fígado, folhas verde-escuras, feijão, grão-de-bico;
  • Comer fontes de vitamina C, como laranja, limão, acerola, morango, abacaxi;
  • Evitar, ao consumir os alimentos citados no primeiro item, leite ou derivados, refrigerante, chás e café;
  • Deixar leguminosas (feijão, grão-de-bico, lentilha) de molho antes do consumo por, pelo menos, 8 horas e trocar a água, pelo menos, 2 vezes. Isso irá diminuir a quantidade de fitato presente na casca, nutriente que diminui a absorção de ferro;
  • Escaldar vegetais como espinafre e beterraba, que são boas fontes de ferro, para reduzir o teor de oxalatos (basta colocá-los em água fervente por 40 segundos e descartar toda a água).

Se você ficou um pouco confuso com as informações acima, vamos te mostrar, com exemplos de receitas, como inserir essas dicas na sua rotina alimentar.

Receitas para quem tem anemia

suco verde para anemia

Suco de couve com limão

Essa receita é ótima para os vegetarianos que não conseguem suprir as necessidades de ferro na alimentação, visto que não consomem a principal fonte do nutriente (carnes). Além da couve, conta com o melado, que também possui ferro em sua composição.

Ingredientes:

  • 1 folha de couve;
  • 1 limão espremido;
  • 1 copo de água;
  • 1 colher (sopa) de melado.

Lave bem a couve e bata-a com os outros ingredientes. Tome sem coar. Se quiser, pode trocar o limão por laranja, morango, maracujá ou abacaxi.

[LEIA TAMBÉM: SUCOS PARA QUEM TEM ANEMIA]

Sobrecoxa ao molho de laranja

Além de muito saborosa, essa receita conta com o ferro heme do frango e a vitamina C da laranja.

Ingredientes:

  • 2 sobrecoxas de frango sem pele;
  • 1 dente de alho amassado;
  • Sal a gosto;
  • 2 laranjas espremidas.

Tempere as sobrecoxas com sal e alho e coloque-as para marinar no suco de laranja por, pelo menos, 30 minutos, para pegar sabor. Leve para assar e vá “regando” o frango com o suco de laranja até que ele esteja dourado (cerca de 40 minutos a 1 hora).

Escondidinho de carne com abóbora

O ferro da carne e a vitamina C da abóbora juntos são bem absorvidos pelo organismo. De quebra, você ainda terá um prato principal delicioso – basta uma saladinha para completar. Sugerimos salada de couve picada com tomate, mais uma combinação de ferro e vitamina C! Viu como não é difícil aliar esses nutrientes?

Ingredientes:

  • 300 g de carne moída;
  • ½ cebola picada;
  • 1 dente de alho;
  • 1 tomate picado;
  • 1 fio de azeite;
  • 1 xícara de abóbora;
  • Sal a gosto.

Refogue cebola e o alho no azeite e depois coloque a carne e o sal. Quando estiver cozida, acrescente o tomate e vá mexendo até ele se desmanchar e reserve.

Cozinhe a abóbora até ficar macia, escorra a água e amasse bem. Salgue a gosto. Num refratário, despeje a carne e, por cima, o purê de abóbora. Finalize com cheiro verde picado.

Esses são apenas 3 exemplos de receitas saudáveis, gostosas e ricas em ferro. Você pode criar muitas outras com a lista de alimentos citadas no texto, basta usar a imaginação.

Se você tem algum sintoma de anemia ou já possui a doença, procure um médico para maiores orientações. No caso da anemia, o tratamento medicamentoso é o mais eficaz, devendo ser a dieta um complemento para a reversão do quadro da doença.

Gostou? Quer saber mais? Então, confira o conteúdo completo sobre alimentação adequada para quem tem anemia.


Referências utilizadas neste conteúdo:

Anemia por deficiência de ferro. http://portalarquivos.saude.gov.br/images/pdf/2014/dezembro/15/Anemia-por-Defici--ncia-de-Ferro.pdf

Intervenções nutricionais na anemia ferropriva. http://www.scielo.br/pdf/csp/v10n2/v10n2a10

Prevalência e determinantes de anemia em crianças de Porto Alegre, RS, Brasil. https://www.scielosp.org/article/rsp/2001.v35n1/66-73/

Orientação nutricional para anemia ferropriva. http://www.saude.campinas.sp.gov.br/especialidades/nutricao/Orientacao_nutricional_para_Anemia_Ferropriva_FO1222.pdf


Este texto foi revisado pelo Profissional: Thais Karpowiski (conheça mais sobre ele(a) clicando no link)

Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

Deixe um Comentário