Alimentos que causam azia – 7 ruins e 7 bons. Dicas para se prevenir!

A azia, também chamada de queimação ou pirose, é caracterizada por um desconforto ou uma sensação de ardência atrás do esterno (osso localizado na região do tórax), podendo irradiar até a garganta.

O desconforto acontece devido a pequenas quantidades de ácido que saem do estômago e alcançam o hiato, passagem entre o estômago e o esôfago. Como o hiato não tem uma camada protetora, diferentemente do estômago, o ácido acaba agredindo essa região, causando inflamação e dor.

Normalmente, esse sintoma aparece cerca de 1 hora após uma refeição mais pesada. E portadores de hérnia de hiato, refluxo e grávidas têm azia com frequência. Outras causas são o estresse, excesso de álcool e cigarro.

Logo, a alimentação está diretamente relacionada à sensação de azia. Quer saber quais alimentos podem causar ou aliviar esse desconforto? Continue acompanhando este guia completo do Quero Viver Bem!

Azia

[VEJA TAMBÉM: SINTOMAS DA AZIA]

7 alimentos que causam azia

Como mencionado, uma refeição pesada, rica em gorduras, pode causar azia. Porém, existem outros alimentos que, apesar de não serem gordurosos, também podem afetar negativamente a região do esôfago e do estômago. Veja quais são, abaixo.

Ácidos

Alimentos como limão, laranja, tomate, abacaxi e vinagre, por serem ácidos, podem irritar ainda mais o esôfago.

Alimentos gordurosos

Uma refeição rica em gorduras faz o estômago “trabalhar mais”, tendo que produzir ainda mais ácido para digerir a comida. Com mais ácido sendo produzido, a chance de ele “subir” para o esôfago é maior. Como exemplo, podemos citar frituras, fast foods, feijoada, pizza, etc.

Café

Café

A cafeína ajuda a relaxar a musculatura do esôfago, fazendo com que ele não se feche direito, o que facilita a entrada do ácido estomacal no esôfago.

Álcool

O álcool também faz com que o estômago tenha que produzir mais ácido para digerir as substâncias nocivas ao corpo.

Pimenta

Alguns temperos, principalmente a pimenta, podem irritar a mucosa esofagiana, se consumidos em excesso.

Hortelã

Apesar de ser boa para o sistema digestivo, principalmente para quem sofre com gases e cólicas, a hortelã age reduzindo a pressão sobre o esfíncter esofágico, ou seja, faz com que essa musculatura fique mais relaxada, contribuindo para que o ácido estomacal “suba” ao esôfago.

[VEJA TAMBÉM: AZIA CONSTANTE – O QUE PODE SER?]

Chocolate

O chocolate possui gordura e cafeína, dois elementos que podem alterar o funcionamento correto do trato gastrointestinal e causar a azia.

7 alimentos que aliviam azia

Basicamente, para acabar com a azia, é preciso diminuir o excesso de acidez estomacal. Se você sente esse problema com frequência, além de evitar os alimentos citados acima, saiba quais são aqueles que podem aliviar os sintomas.

[VEJA TAMBÉM: REMÉDIOS CASEIROS PARA AZIA]

Mamão

O mamão contém enzimas e fibras que melhoram a digestão e diminuem a acidez estomacal.

Leite

O leite é um alimento alcalino, ou seja, neutraliza o pH estomacal, diminuindo o excesso de acidez.

MAS, ATENÇÃO: o excesso de leite pode causar o efeito rebote! Isso ocorre pois, como o leite é alcalino (pH alto), acaba equilibrando o pH do estômago, que é ácido (pH baixo). Contudo, essa prática, se realizada com frequência, faz com que o estômago tenha que produzir mais ácido para compensar a “alcalinidade” do leite.

Por isso, não utilize o leite como um remédio para quando estiver com azia! Ele pode diminuir a sensação de queimação momentaneamente, mas não trata o problema.

Aveia

flocos de aveia

Rica em fibras que melhoram a digestão e “absorvem” o excesso de ácido no estômago, impedindo que essa substância entre no esôfago.

Iogurte natural

Os probióticos presentes no iogurte são bactérias boas que, quando consumidas, “matam” as bactérias ruins, ajudando a reconstituir a flora intestinal, o que melhora o sistema digestivo como um todo.

Beterraba e espinafre

Possuem a betaína, composto que auxilia no bom funcionamento da digestão e no metabolismo dos alimentos, ajudando a quebrar as gorduras e as proteínas e regulando a produção de suco gástrico.

[VEJA TAMBÉM: O QUE TOMAR PARA CURAR AZIA? TOMAR LEITE AJUDA?]

Gengibre

Um dos maiores “amigos” do trato gastrointestinal, o gengibre, além de conter componentes que auxiliam na digestão, é um excelente anti-inflamatório, acalmando as lesões causadas pelo ácido no esôfago.

Vegetais

Legumes e verduras em geral possuem fibras que auxiliam na digestão e são fáceis de serem metabolizados, não exigindo que o estômago trabalhe demais nem tenha que produzir grandes quantidades de ácido.

Dicas de prevenção da azia

Além dos cuidados com os alimentos ingeridos, algumas práticas podem auxiliar no tratamento da azia, por exemplo:

  • Evitar deitar-se após comer, para que o conteúdo estomacal não “suba” para o esôfago;
  • Fazer refeições menores, mastigando bem os alimentos;
  • Evitar ingerir bebidas junto com a refeição, sobretudo as gaseificadas;
  • Evitar situações de estresse, que fazem o estômago produzir mais ácido;
  • Evitar o fumo e o álcool;
  • Dar preferência aos alimentos naturais, como frutas, vegetais, tubérculos, grãos integrais, sementes, ovos e carnes magras.

Caso tenha azia com frequência, procure um médico para avaliar o problema. Lembre-se que a azia é apenas um sintoma, cabendo somente a um especialista diagnosticar a sua causa e recomendar um medicamento, se necessário.


Este texto foi revisado pelo Profissional: Thais Karpowiski (conheça mais sobre ele(a) clicando no link)

Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

Deixe um Comentário