Alimentação na infância e na adolescência – lista dos melhores alimentos

Você sabe quais os melhores alimetnos indicados para crianças e adolescente? Confira, aqui, uma lista completa dos melhores para consumo diário!

 

A alimentação é um fator de extrema importância para crianças e adolescentes, porque é por meio dela que o organismo receberá nutrientes essenciais para realizar funções vitais.

Quando se come mal na infância e adolescência, ou seja, em quantidades inadequadas e com alimentos sem nutrientes, as chances de enfrentar problemas de saúde e ter o crescimento e desenvolvimento comprometidos são maiores.

Sabendo disso, é comum os pais incentivarem a adoção de hábitos alimentares mais saudáveis para seus filhos, passando a consumir uma quantidade maior de itens in natura, que são mais nutritivos.

O grande problema dos pais é que eles não sabem exatamente o que oferecer para seus filhos, afinal, quais seriam os melhores alimentos para os pequenos? Por sorte, há uma lista com os que precisam ser inseridos na refeição. Conheça-a, a seguir no Quero Viver Bem, e veja dicas de alimentação para crianças e adolescentes!

alimentação infância e adolescência

Lista de melhores alimentos para crianças e adolescentes

Arroz e feijão

O combo arroz e feijão, que faz parte das refeições diárias de todo brasileiro, é um grande aliado da alimentação e saúde. O motivo é simples: ambos se complementam e oferecem energia e proteínas (ideais para o crescimento).

Além disso, o feijão é uma importante fonte de fibras, que são substâncias capazes de melhorar o funcionamento do sistema digestório, especialmente do estômago e intestino, contribuindo para evitar a prisão de ventre.

Ovo

ovo no café da manhã

Por muito tempo, o ovo foi tido como um vilão da alimentação, porque possui uma quantidade relevante de gordura, mas, hoje, já não é mais assim: foi cientificamente comprovado que ele é benéfico para a saúde, especialmente quando consumido na quantidade diária adequada.

A clara do ovo é fonte de albumina, que é uma proteína que atua diretamente no crescimento muscular. A gema, por sua vez, possui vitaminas A, D e K, que também participam do processo de crescimento.

Além disso, esse é um alimento rico em colina, um nutriente que contribui para o desenvolvimento de estruturas cerebrais, melhorando o funcionamento do cérebro e do sistema nervoso.

Cenoura

A cenoura costuma ser inserida desde cedo na alimentação das crianças, especificamente nas papinhas – e não é para menos! Ela é rica em carotenoides, que são precursores da vitamina A, um antioxidante que atua na saúde de olhos e pele.

Ademais, o alimento possui elevadas concentrações de fibras, assim como de potássio, que contribuem para o crescimento e desenvolvimento de crianças e adolescentes.

Banana

A banana costuma ser uma fruta querida por crianças e adolescentes, porque é mais saborosa, então, esse é um alimento fácil de ser inserido nas refeições deles no dia a dia.

Curiosamente, a fruta possui magnésio, potássio, triptofano e vitaminas do complexo B, nutrientes que auxiliam na saúde e no crescimento dos ossos, bem como no fortalecimento dos sistemas cardiovascular e nervoso.

Brócolis

Trata-se de um alimento fonte de vitamina C, folato e carotenos, bem como de cálcio, ferro e proteína. Tais nutrientes reforçam o sistema imunológico (protegendo contra doenças), além de contribuírem para a saúde e o desenvolvimento dos ossos.

O problema com o brócolis é que ele nem sempre costuma ser bem aceito por crianças e adolescentes. Neste caso, é interessante investir em outras apresentações do alimento, misturando-o a outros saudáveis, como salada ou arroz.

Oleaginosas

Ótimos exemplos de oleaginosas são as amêndoas, castanhas e nozes, que são alimentos com elevada quantidade de ácidos graxos insaturados, como ômegas 3, 6 e 9.

Tais nutrientes se diferenciam dos demais por darem energia às crianças e aos adolescentes, bem como por contribuírem para o desenvolvimento cerebral, melhorando funções cognitivas e o desempenho na escola.

Dicas de alimentação para crianças e adolescentes

alimentação infância e adolescência2

  • Aposte nos alimentos naturais, ou seja, legumes, verduras e frutas. No que se refere aos grãos, os integrais são os melhores. Esses alimentos são mais ricos em nutrientes;
  • Prepare pratos coloridos – quanto mais colorido, melhor! Isso significa que o consumo de nutrientes também será maior, garantindo que o organismo tenha todas as vitaminas e todos os minerais essenciais para seu funcionamento;
  • Invista, no caso das crianças, no consumo diário de 2 a 3 porções de frutas, verduras, leites e derivados, ovos, feijão e oleaginosas. Para adolescentes, é possível comer até o dobro disso;
  • Modere o consumo de açúcares e gorduras. Não faça da ingestão deles algo frequente, para não correr o risco de desenvolver a obesidade.

Gostou? Confira, também, o conteúdo completo sobre Obesidade Infantil e na adolescência – Riscos, Tratamento e Prevenção!


Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

Deixe um Comentário