Aeróbico E Musculação: Por Que A Junção Desses Dois Treinos É O Ideal?

Popularmente quando se trata de exercícios para emagrecer, o que vem automaticamente na mente das pessoas são os exercícios aeróbicos e que quanto mais tempo praticando, mais você estará queimando calorias. Em contrapartida, se o objetivo for ganho de massa muscular, o ideal é procurar as salas de musculação.

Mas, o que a maioria das pessoas não sabe é que a junção do treino aeróbico com o treino de musculação traz ainda mais benefícios para saúde e potencializa os objetivos.

O importante é saber como montar o programa de exercício, bem como o seu objetivo principal. Dessa forma, a intensidade, o tempo e a ordem que a musculação e o aeróbico serão realizados fará toda a diferença.

Dependendo do que você procura e do tempo que disponibiliza para o treino, esses dois tipos de exercícios (aeróbico e musculação) podem ser realizados durante o mesmo treino, de forma simultânea (no mesmo dia), mas em períodos diferentes (ex.: um tipo de manhã e outro de noite); em dias diferentes (ex.: segunda musculação, terça corrida…); ou mesmo em períodos de semanas diferentes.

Exercício Aeróbico

Aeróbico E Musculação: Por Que A Junção Desses Dois Treinos É O Ideal?

Os exercícios aeróbicos trazem benefícios muito importantes para a saúde, principalmente para o sistema cardiovascular e respiratório, além de servir como aquecimento para antes de iniciar o treino e trazer mais qualidade para respiração celular e metabolismo, gerando benefícios para a recuperação depois do treino.

Mas, não para por aí! O exercício aeróbico, antes ou durante a musculação, estimula a queima de gordura localizada e de calorias. Porém, a realização tem que ser feita de maneira correta, pois, do contrário, você pode até acabar perdendo massa muscular – em alguns casos, até acumular gordura, ao invés de eliminar.

É estranho pensar que um exercício, principalmente o aeróbico, que a maioria das pessoas sabe que ajuda a emagrecer, em alguns casos, pode não cumprir essa função adequadamente. No entanto, o que acontece é que o exercício feito sem nenhum tipo de acompanhamento e prescrição, ou realizado com muito exagero, pode elevar a produtividade de cortisol e, consequentemente, desacelerar o metabolismo, além de prejudicar o ganho de massa muscular e ainda utilizar dela como fonte de energia, ao invés da gordura.

Musculação

O exercício de musculação traz ainda mais benefícios para o corpo como um topo, pois promove a definição dos músculos e o aumento da força muscular e da flexibilidade, além de acelerar o metabolismo e aperfeiçoar a postura corporal. Os últimos estudos mostram que a musculação, quando realizada de maneira correta, queima ainda mais a gordura.

O que poucos sabem é que o exercício aeróbico pode até gastar mais calorias do que a musculação, se formos pensar no gasto apenas durante o treino. No entanto, se unirmos o gasto durante o treino e o gasto no pós-treino, em que o corpo continua trabalhando para se recuperar, a musculação, por ser mais intensa, exige mais tempo para o corpo se recuperar, com isso há um gasto maior de energia como um todo.

Ou seja, mesmo o indivíduo treinando com o objetivo de ganhar massa muscular, a perda calórica será consequência. O diferencial virá com uma alimentação de qualidade no pré e no pós-treino, por isso que o correto é aliar exercício físico com cardápio adequado, para aí sim atingir o objetivo com excelência.

Como aliar o exercício aeróbico com a musculação

Aeróbico E Musculação: Por Que A Junção Desses Dois Treinos É O Ideal?

Quando falamos em perda de peso, podemos aliar a musculação ao exercício aeróbico, realizando esse como forma de aquecimento e de ativação do corpo e do metabolismo, preparando para o exercício de musculação com ainda mais qualidade.

Durante o treino, o corpo utilizará o carboidrato como fonte de energia, assim, ao final do treino, os níveis desse elemento estarão mais baixos e, aí sim, será o momento de realizar o exercício de musculação, um pouco mais prolongado, pois seu corpo queimará gordura mais rapidamente. É importante manter-se sempre atento para não exceder demais o tempo de treino total e acabar prejudicando todo o seu esforço.

Estender por muito tempo o exercício aeróbico antes da musculação pode afetar seu rendimento no treino de força, já que acabará gastando suas reservas de energia e perdendo qualidade na musculação. Agora, você pode optar por fazer um treino maior de aeróbico sem que, na sequência, realize o treino de musculação. Mas, se seu objetivo é ganho de massa, o ideal é que evite treinos aeróbicos extensos – não que o treino aeróbico te impeça de ganhar músculos, mas a sua reposição calórica terá que ser ainda maior.

A mesma ideia encaixa-se para o treino com o objetivo de ganho de massa. Lembrando que cada treino, tanto aeróbico quanto musculação, terá formato e intensidade diferente, estando definido de acordo com o objetivo de cada aluno.

Ambas as atividades têm seus benefícios definidos e que trazem ainda mais qualidade para ao resultado final. Montar um treinamento correto e eficaz não é assim tão simples quanto se pensa. Por isso é tão importante procurar o auxílio de um profissional de educação física e saber que, além disso, outros dois fatores são importantíssimos: corpo descansado e alimentação saudável. 


Este texto foi revisado pelo Profissional: Marlise Carvalho (conheça mais sobre ele(a) clicando no link)

Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

1 Estrela2  Estrelas3  Estrelas4  Estrelas5  Estrelas (Ainda sem avaliações)
Loading...

Quem Leu Este Artigo também costuma ler:

Deixe um Comentário