Açúcar mascavo – Benefícios, Tabela nutricional, Consumo e Contraindicações

Que o açúcar não é um dos alimentos mais saudáveis isso muita gente sabe, mas você conhece os benefícios do açúcar mascavo? Confira, aqui, as informações!

O açúcar mascavo é aquela variedade mais amarronzada, ou seja, é um tipo de açúcar petrificado, resultado do processo de cristalização do mel do engenho.

O açúcar é originário da Índia, aproximadamente 6 mil anos antes de Cristo, onde era usado para temperar os alimentos e também para fazer remédios. O curioso é que os antigos não empregavam esse ingrediente no preparo de sobremesas, para isso, eles preferiam o mel de abelha.

Somente no século XII que o açúcar ficou conhecido na Europa, e partir daí muitas regiões começaram a sua produção. O açúcar mascavo é a versão mais bruta do açúcar que conhecemos – essa cor é justamente o resultado da sua naturalidade, pois ele não passa por nenhum processo de refinamento.

Açúcar mascavo

Tabela Nutricional do Açúcar Mascavo

A presença de vitaminas e minerais é um dos grandes destaques desse tipo de açúcar, por isso ele é considerado melhor que o açúcar comum (refinado). Dentre todos os existentes, o açúcar mascavo é o que mais mantém as características nutritivas.

Confira a tabela nutricional dele com os valores equivalentes a 100 gramas do açúcar mascavo:

Benefícios do açúcar mascavo

O açúcar refinado é o mais usado em todo o mundo, pois ele adoça mais e se mostra ideal para os preparos de receitas. No entanto, ele é resultado de um longo e prejudicial processo químico que remove todos os nutrientes.

Açúcar mascavo

Por isso, em termos de saúde, o açúcar mascavo é melhor do que o açúcar refinado. Mas, em se tratando de quantidade de carboidratos, de calorias e índice glicêmico, ambos possuem as mesmas quantidades. Por isso tenha cuidado ao substituir o refinado pelo mascavo e consuma com moderação.

Veja, abaixo, algumas características que fazem o açúcar mascavo ser melhor que o branco:

Sem aditivos químicos

Esse item já é um grande passo para ter saúde. O açúcar refinado passa por um processo complexo para ficar daquela cor, além disso, são adicionados inúmeros elementos que intensificam a textura fina e clara.

Quanto mais natural um produto for, melhor será para a saúde. O açúcar mascavo é chamado de “bruto”, pois é livre desses aditivos e comercializado da forma in natura.

Mais nutrientes

Como o açúcar mascavo mantém suas características originais nenhum nutriente é removido. O alimento é rico em potássio, um mineral importante para controlar a pressão arterial, prevenir o AVC e equilibrar a quantidade de água no organismo.

Além disso, contém magnésio, importante para as contrações musculares e o sistema nervoso. O cálcio para fortalecimento dos ossos e dentes também está presente.

Dicas de consumo

O açúcar mascavo é indicado para adoçar qualquer tipo de bebida, sobremesa e outros pratos que contenham o ingrediente. É importante ressaltar que o seu poder de adoçar é um pouco menor que o do açúcar refinado, entretanto, não é recomendável aumentar a dose.

Mesmo sendo uma versão melhorada do açúcar refinado, o mascavo também é calórico e tem índice glicêmico elevado, devendo ser consumido em pequenas quantidades. Por isso, se você está em uma deita de emagrecimento, é preferível que consuma o mínimo possível de açúcar (de qualquer tipo) ou substitua-o por algum adoçante natural, também com moderação.

E cuidado com os açúcares escondidos nos alimentos, a exemplo disso estão sucos (mesmo os naturais), biscoitos, bolos, pães, iogurtes, molhos como catchup, shoyu e outros. Leia o rótulo!

Açúcar mascavo

Contraindicações do açúcar mascavo

Segundo dados da OMS (Organização Mundial da Saúde), a maioria dos brasileiros consome 50% a mais da quantidade recomendada de açúcar por dia. Os péssimos hábitos alimentares têm desencadeado doenças como a diabetes, problemas cardíacos e obesidade, sobretudo nas crianças que estão substituindo refeições balanceadas por guloseimas.

O controle do açúcar deve ser feito por toda a população, já que o uso exagerado pode provocar dificuldades de concentração, alterações de humor e picos glicêmicos.

Diabéticos devem ter cuidados redobrados com relação ao consumo do açúcar. Quanto menos adoçar as bebidas e os alimentos, melhor para a saúde.

Gostou do conteúdo? Então, confira, também, Tipos de açúcares para diabéticos – Principais cuidados!


Este texto foi revisado pelo Profissional: Thais Karpowiski (conheça mais sobre ele(a) clicando no link)

Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

Deixe um Comentário