Os 5 melhores alongamentos para as pernas e sua importância

Infelizmente são poucas as pessoas que têm o hábito de se alongar diariamente e, por conta disso, com o tempo, passam a sentir dores musculares que poderiam ter sido evitadas. O alongamento para as pernas tem  muitos benefícios para a região tais como o aumentando sua flexibilidade e evitando certas lesões.

O alongamento para as pernas tem o poder de reduzir de uma maneira extrema as tensões musculares da região, assim como podem relaxar o seu corpo, prevenindo desgastes musculares e nas articulações que, com o passar do tempo são os principais responsáveis por causar lesões. Assim, pode-se ter o aumento do fluxo sanguíneo, e além de elevar o equilíbrio do corpo por inteiro.

Criar  este hábito pode promover dias mais leves, sem dores e incômodos por essa região do corpo. Por isso, comece a realizar os movimentos pontuais de alongamento. Confira algumas dicas de alongamentos para pernas.

alongamento para pernas

1 – Alongamento para Panturrilha e posteriores da Coxa

Os músculos posteriores da coxa são fundamentais para a saúde de suas pernas e justamente por ajudarem executar diferentes movimentos, assim como o caso da panturrilha, que serve de apoio para tudo. Dessa forma alongá-los causa um certo alívio para a região, além de atribuir mais flexibilidade e até, mais “força”.

Para fazê-lo basta posicionar-se em pé e levar uma das pernas para frente, onde a intenção é deixá-la na frente do corpo. A perna de apoio pode ser dobrada e a partir disso a outra perna terá os pés apontados para cima. Com isso, deve fazer os dedos da mão encostar nos pés, fazendo esse movimento em ambas pernas.

 2 – Alongamento para a parte Interna da Coxa

Ao realizar alongamento da perna, é comum que as pessoas esqueçam que essa parte do corpo tem certas particularidades, como a parte interna da coxa, que é uma região “esquecida” na medida que se alonga. Ao alongar essa parte, existe a chance de aumentar sua flexibilidade e, estabilizar as articulações dos joelhos.

Portanto, para começar a fazer basta ficar em pé e se segurar em algum local na intenção de não perder o equilíbrio conforme se “movimenta”. Deixe sua perna aberta, onde uma deve ser o apoio e a outra precisa ser elevada na lateral para que consiga alongar a parte interna das coxas e repita isso em ambas as pernas.

3 – Alongamento para Panturrilha, Posteriores da coxa e Tornozelo

Em um único alongamento pode-se promover benefícios para diferentes partes da sua perna, como panturrilha, posteriores da coxa e o tornozelo. Ocorre que a movimentação em questão tende a evitar diferentes cãibras, além de garantir a melhora da flexibilidade e reduzir de forma ampla os riscos de inúmeras lesões.

Para fazer será crucial se deitar com as costas no chão, deixando um joelho bem flexionado (dobrado) e a outra perna estendida. Eleve a perna estendida, e faça ir em direção ao tronco até sentir uma leve tensão atrás da perna. Ao chegar o alto, aponte o pé para cima e faça giros no seu tornozelo – para ambos os lados.

 

4 – Alongamento para Posteriores da Coxa em pé

O joelho é uma das partes mais delicadas da perna e que infelizmente passam a ser sobrecarregados com a medida do tempo, aumentando as chances de ter as temidas lesões. Para evitar isso, o alongamento para as pernas visando a parte de posteriores da coxa é crucial, pois fortalece os joelhos e eleva a flexibilidade.

Para fazer esse alongamento, você pode ter auxílio de um banco pequeno ou de móvel qualquer para apoiar uma das suas pernas. Você precisa deixar uma mão na cintura e outra apoiando em alguma estrutura, depois deve dobrar o joelho – da perna de apoio – até que sinta alongar atrás da coxa, o joelho e a panturrilha.

 5 – Alongamento para a Panturrilha

Outra parte da perna que precisa de atenção é a panturrilha, que costuma ser a parte responsável pelo movimento dos pés, onde os músculos da região passa a permitir mais conforto nas movimentações. Com isso, alongar a panturrilha tem que ser um hábito, pois previne lesões e auxilia a tratar problemas circulatórios.

Esse alongamento é bem simples e pode ser feito em cima de uma escada e até de outro local com algum degrau. Coloque os pés em cima do degrau, deixando os calcanhares suspensos. Se precisar, segure em algum local para ter um pouco mais de equilíbrio, e então comece erguer os pés, elevando ambos calcanhares.

Com estes tipos de alongamentos você terá a certeza de que poderá se exercitar sem provocar lesões e ainda terá menos problemas com dores.

Recomendados para você:


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply